Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Parou o coração de criança a quem hospital negou ventilador

Hospital alegou que a criança estava em morte cerebral, mas pais acreditavam que não.

Parou o coração de criança a quem hospital negou ventilador

O pequeno Nick Torres estava internado desde setembro, depois de ter sido encontrado inconsciente dentro de uma banheira. 

A criança estava internada no Hospital Pediátrico do Texas e os pais protagonizaram uma guerra judicial contra a instituição hospitalar, por esta se negar a ceder um ventilador à criança, que se encontrava em morte cerebral.

Os médicos alegavam a "cessação completa de toda a atividade cerebral espontânea" e que a criança estava morta com base na lei do Texas. Já os pais acreditavam que o facto de o coração estar a bater sozinho era sinal de que alguma parte do cérebro do filho ainda estaria a funcionar.

O hospital decidiu dar alta à criança que pode assim regressar a casa na companhia dos pais. Nick, de 10 meses, foi transportado para casa esta terça-feira e o seu coração acabou por parar de bater horas depois de ter saído do hospital.

Segundo o advogado da família, os pais puderam despedir-se do filho, rezando à sua volta, à medida que o coração foi perdendo a força.

A família diz que não vai tecer qualquer comentário sobre o assunto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório