Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 16º

Von der Leyen coloca regiões "no centro" da recuperação económica da UE

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou hoje que o sucesso do fundo de recuperação e resiliência "vai depender das administrações locais da Europa", sublinhando que "as autoridades regionais e locais" são primordiais nesta recuperação.

Von der Leyen coloca regiões "no centro" da recuperação económica da UE
Notícias ao Minuto

13:37 - 12/10/20 por Lusa

Mundo Ursula von der Leyen

Dirigindo-se por videoconferência a presidentes de câmara europeus, reunidos no Comité das Regiões Europeu no âmbito da semana europeia das cidades e regiões, Von der Leyen afirmou que o fundo de recuperação e resiliência da União Europeia (UE) -- 750 mil milhões de euros divididos em empréstimos e subvenções -- não servirá apenas "para as grandes cidades, mas também para as regiões mais remotas".

"As capitais terão de coordenar-se com as regiões porque são as regiões que concretizam os planos no nível local. O sucesso do NextGenerationEU [o fundo de recuperação e resiliência] vai depender do milhão de administradores locais da Europa", realçou a presidente da Comissão.

"Os governos regionais e locais têm o dedo no pulso da Europa. Isso ajuda a resolver os problemas pequenos, quotidianos, mas também a enfrentar os grandes desafios do nosso tempo", afirmou a chefe do executivo comunitário.

Apelando à necessidade de se utilizar a capacidade inovadora das entidades regionais para concretizar a recuperação da economia europeia, Von der Leyen deu como exemplo a câmara municipal de Lisboa que, "ainda que date de 1880, acaba de ser inteiramente renovada, permitindo que o consumo de energia do edifício diminuísse em metade".

"Mais do que uma lista de projetos e iniciativas, quero uma visão. Uma visão à medida do futuro dos territórios, uma visão à medida das cidades e regiões que queremos deixar aos nossos filhos", concluiu Von der Leyen.

A Presidente da Comissão discursou hoje após a publicação do barómetro anual do Comité das Regiões Europeu.

No relatório, é referido que "cerca de dois terços dos europeus consideram que as autoridades locais e regionais não têm influência suficiente na tomada de decisões ao nível europeu".

Além disso, 58% dos europeus inquiridos no âmbito do estudo referem também que uma maioria influência das autoridades locais e regionais teria um impacto positivo na capacidade de resolução de problemas na União Europeia".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório