Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Casados há 62 anos, morrem com diferença de 11 horas por causa da Covid

Antônio Manuel e Maria de Lourdes Emboava, naturais de São Paulo, no Brasil, deixam cinco trisnetos. Uma das filhas fala numa "dor insuportável".

Casados há 62 anos, morrem com diferença de 11 horas por causa da Covid

Um casal brasileiro morreu com 11 horas de diferença depois de ambos terem sido diagnosticados com Covid-19. Antônio Manuel Emboava, de 83 anos, e Maria de Lourdes de Paula Emboava, de 76 anos, estavam casados há 62 anos e deixam dez filhos, 27 netos, 26 bisnetos e cinco trinetos.

A trágica história é contada esta quarta-feira pelo G1, que indica que o Antônio morreu no dia 28 de setembro, por volta das 5h30 da manhã, e Maria de Lourdes morreu às 18h30 do mesmo dia.

Uma das filhas do casal, Valdete Emboava, de 53 anos, indicou à mesma publicação que a perda dos pais foi uma "dor insuportável". "Perder um pai com uma mãe é uma ferida que está dentro do peito da gente", lamentou a familiar.

"Cresceram juntos, casaram. Nem a morte separou minha mãe e meu pai, olha que coisa mais linda. No mesmo dia foram os dois", acrescentou.

A filha indicou que ambos começaram a apresentar sintomas nas três semanas anteriores à morte, depois de terem recebido a visita de um amigo que estava infetado. Os dois tinham comorbidades como bronquite, tensão alta e diabetes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório