Meteorologia

  • 12 MAIO 2021
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 22º

Edição

UE manifesta "desilusão e preocupação" com demissão de Mustapha Adib

A União Europeia (UE) manifestou hoje "desilusão e preocupação" com a demissão, no sábado, do primeiro-ministro indigitado do Líbano, Mustapha Adib, e apelou aos líderes políticos libaneses que façam "o máximo" para a formação atempada de um Governo.

UE manifesta "desilusão e preocupação" com demissão de Mustapha Adib
Notícias ao Minuto

13:59 - 28/09/20 por Lusa

Mundo Líbano

"A União Europeia nota com desilusão e preocupação a resignação do primeiro-ministro designado Mustapha Adib e as circunstâncias que levaram à sua decisão", lê-se num comunicado do Alto Representante da UE para a Política Externa, Josep Borrell.

"Os líderes do Líbano devem unir-se e fazer o máximo para a formação atempada de um Governo, que tem de ser capaz de dar resposta às necessidades e exigências legítimas do povo libanês e estar empenhado em enfrentar os agudos e múltiplos desafios do Líbano", acrescenta-se no texto.

O Alto Representante aponta nomeadamente as crises humanitária, socioeconómica e financeira que o país atravessa, assim como a pandemia provocada pelo novo coronavírus e a reconstrução de Beirute após a explosão que abalou o porto da cidade no princípio de agosto.

"A rápida formação de um Governo será também crucial para alcançar um acordo urgentemente necessário com o Fundo Monetário Internacional", frisa ainda Josep Borrell, reafirmando o "apoio continuo e forte" da UE ao Líbano.

O primeiro-ministro indigitado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se no sábado face ao impasse político sobre a formação de Governo.

Os partidos políticos libaneses comprometeram-se no início de setembro a formar um Governo "de missão" composto por ministros "competentes" e "independentes" no prazo de duas semanas, para retirar o país da crise económica, segundo o anúncio do presidente francês, Emmanuel Macron, na sua visita a Beirute.

Mas o processo está num impasse devido a divergências sobre a atribuição das pastas ministeriais. O principal obstáculo vem do movimento xiita Hezbollah, "peso pesado" da política libanesa, e do seu aliado Amal, dirigido pelo presidente do parlamento, Nabih Berri, que exigem a pasta das Finanças.

O Líbano vive há um ano uma das piores crises económicas, sociais e políticas da sua história, marcada pela queda da sua moeda, uma hiperinflação e o empobrecimento em larga escala da população.

A crise foi amplificada pela pandemia da covid-19 e pela trágica explosão de 4 de agosto no porto do Beirute, que catalisou a mobilização da comunidade internacional. Esta exige, no entanto, reformas em contrapartida do apoio no valor de vários milhares de milhões de euros.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório