Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Envolvido num escândalo financeiro, cardeal Becciu renunciou ao cargo

O prefeito da Congregação da Causa dos Santos, o cardeal Angelo Becciu, resignou hoje ao cargo e aos seus direitos enquanto cardeal, numa altura em que vê o seu nome envolvido num escândalo financeiro, adiantou a Associated Press (AP).

Envolvido num escândalo financeiro, cardeal Becciu renunciou ao cargo
Notícias ao Minuto

20:53 - 24/09/20 por Lusa

Mundo Angelo Becciu

Numa declaração emitida ao final da tarde, o Vaticano não deu pormenores sobre as razões que levaram o Papa Francisco a aceitar a resignação do cardeal.

No anúncio de apenas uma frase, o Vaticano apenas comunicou a renúncia de Becciu e a perda de direitos cardinalícios associados.

Becciu foi implicado num escândalo financeiro que envolve negócios imobiliários em Londres, no qual a sede da Igreja Católica perdeu milhões de euros em comissões pagas a intermediários.

Há um ano o jornal britânico Financial Times divulgou que o Vaticano tinha estado a investigar um investimento de 200 milhões de dólares (180 ME) considerado pouco transparente, que envolveu o empresário angolano António Mosquito.

A Secretaria de Estado do Vaticano recorreu a consultores externos, em 2012, para realizar um empréstimo de 200 milhões de dólares, com fundos que tinha em contas bancárias suíças, à Falcon Oil, uma empresa petrolífera angolana, controlada pelo conhecido empresário de Angola António Mosquito, também com negócios em Portugal.

Porém, depois de ter decidido não conceder o empréstimo à Falcon Oil, a Secretaria do Vaticano decidiu investir a verba, juntamente com um fundo italiano com sede em Londres, na compra de uma participação minoritária num imóvel que aquela entidade financeira já tinha no exclusivo bairro londrino de Chelsea.

O negócio imobiliário de Londres foi o objeto da investigação judicial do Vaticano, no decurso da qual a polícia do Vaticano apreendeu documentos e computadores dos escritórios da Secretaria de Estado.

O Vaticano recusou-se a comentar o conteúdo da investigação, limitando-se a informar que foram investigadas transações financeiras passadas.

O empresário angolano António Mosquito, que foi acionista de referência da Global Média, proprietária entre outros títulos do Diário de Notícias, Jornal de Notícias e da rádio TSF, e possuiu a maioria do capital da construtora Soares da Costa, aproximou-se diretamente do Vaticano para propor um investimento de 200 milhões de dólares (180 ME), disse uma autoridade sénior do Vaticano.

António Mosquito conhecia o cardeal Giovanni Angelo Becciu, desde que este fora embaixador do Vaticano em Angola, entre 2001 e 2009.

A Falcon Oil e o empresário Mosquito não responderam ao pedido do FT de um comentário sobre esta investigação, escreve o jornal.

Até 2018, o cardeal Becciu era o segundo mais alto funcionário da Secretaria de Estado do Vaticano, reportando diretamente a Bento XVI e, mais tarde, ao Papa Francisco.

A realização do investimento imobiliário de Londres foi autorizada por aquele cardeal, disseram fontes diretamente envolvidas na operação.

Em maio de 2018 o papa Francisco nomeou o arcebispo italiano Angelo Becciu para prefeito da Congregação da Causas dos Santos, sucedendo ao cardeal Angelo Amato, no cargo desde 2008.

Becciu, que desde 2011 foi o substituto dos Assuntos Gerais do Secretário de Estado da Santa Sé, já tinha sido núncio apostólico em Angola, em 2001, e em Cuba, entre 2009 e 2011 e foi nomeado cardeal em junho de 2018.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório