Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 13º

Edição

Governo turco diz querer pacificar situação no Mediterrâneo oriental

O ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, reafirmou hoje a vontade do seu país em retomar o diálogo de paz no conflito com a Grécia e Chipre, sobre o controlo de águas territoriais no Mediterrâneo oriental.

Governo turco diz querer pacificar situação no Mediterrâneo oriental
Notícias ao Minuto

15:53 - 13/09/20 por Lusa

Mundo Turquia

"Somos a favor da paz", disse Akar, durante uma visita a Kas, uma cidade turca perto da ilha grega de Kastelorizo, que está a ser visitada pela Presidente grega, Ekaterini Sakelaropulu.

A Grécia, apoiada por Chipre, acusa a Turquia de estar a fazer prospeção de gás e petróleo em zona marítima que está sob jurisdição de Atenas, violando o direito internacional e levando a União Europeia e declarar sanções contra Ancara.

O ministro turco não quis comentar a presença de Sakelaropulu na ilha vizinha, que os 'media' turcos consideram ser uma provocação das autoridades gregas.

A Turquia continua a rejeitar que a Grécia pretenda delimitar a sua Zona Económica Exclusiva (ZEE) a partir das costas dessa e de outras ilhas, alegando que isso se traduziria num domínio sobre a maior parte do Mediterrâneo oriental.

"Somos a favor de tudo o que promova a paz, estabilidade e boas relações de vizinhança", limitou-se a dizer o ministro da Turquia, no dia em que o navio turco de investigação sísmica Oruc Reis chegou ao porto de Antalya, regressado de uma das zonas marítimas em disputa, ricas em gás natural.

A Turquia confirmou esse regresso do navio, realçando, contudo, que tal não significa que esteja a abrir mão dos seus direitos nessa área.

"Trata-se de um movimento de vaivém", comentou Akar, sobre a chegada do Oruc Reis.

Ainda assim, o jornal diário Yeni Safak, considerado próximo do Presidente turco, Recep Erdogan, divulgou hoje uma peça informativa em que considerava que a decisão de Ancara de fazer regressar o Oruc Reis representa "um passo para dar a oportunidade à diplomacia, para uma solução pacífica de problemas regionais".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório