Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2020
Tempo
26º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Equador prolonga estado de emergência até 13 de setembro

O Equador, quase com 100 mil casos de covid-19, prolongou o estado de emergência, em vigor no país desde março, até 13 de setembro, anunciou, na sexta-feira, o Presidente Lenin Moreno.

Equador prolonga estado de emergência até 13 de setembro
Notícias ao Minuto

06:34 - 15/08/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"Organizei por decreto a renovação por mais 30 dias do estado de emergência em todo o território nacional para impedir a propagação da covid-19", afirmou Moreno, numa mensagem difundida na rede social Twitter.

O Equador, um dos países mais afetado pela pandemia da covid-19, contou já mais de seis mil mortos, numa população de 17,5 milhões de habitantes. Os principais focos de contágio são Quito e Guayaquil, grande cidade costeira.

Em meados de maio, as regras do confinamento no país foram aliviadas, mas continuaram em vigor, na maioria das províncias, as proibições de grandes concentrações, ou a venda de álcool aos fins de semana.

O estado de emergência permitiu ao Governo manter várias restrições, incluindo o recolher obrigatório e a mobilização das forças armadas, bem como a suspensão de algumas liberdades, como a de reunião.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 754 mil mortos e infetou quase 21 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório