Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Número de mortes na Índia devido a deslizamento de terras sobe para 43

As autoridades contabilizaram hoje, a existência de, pelo menos, 43 mortos, na sequência de um deslizamento de terras que arrastou dezenas de trabalhadores de uma plantação de chá no sudoeste da Índia.

Número de mortes na Índia devido a deslizamento de terras sobe para 43
Notícias ao Minuto

16:22 - 09/08/20 por Lusa

Mundo Índia

O deslizamento de terra ocorreu na sexta-feira, no estado de Querala, distrito de Idukki, a 250 quilómetros de Thiruvananthapuram, mas as operações de busca e salvamento foram dificultadas devido às chuvas torrenciais das monções que deram origem à catástrofe.

Doze pessoas foram resgatadas, segundo Eldhose Madhai, da polícia indiana, que acrescentou que mais de 50 pessoas na região ainda não foram encontradas e, pelo menos, 20 casas de trabalhadores nas plantações de chá foram soterradas.

O número inicial de mortos era de 26, no sábado aumentou para 29 e hoje já foram contabilizados 43, disse, por sua vez, o chefe da polícia distrital, R. Karuppasamy, à AFP.

De acordo com a imprensa local, quase 80 pessoas foram instaladas na área afetada, muitas das quais continuam desaparecidas.

O dia de sexta-feira ficou também marcado pelo acidente com um avião comercial que, ao tentar aterrar, partiu-se em dois e causou a morte a 18 pessoas.

Ligações de comunicação e linhas elétricas foram cortadas e uma ponte rodoviária da área foi levada pela força das águas.

Um templo hindu no distrito de Ernakulam, na margem do rio Periyar, ficou quase submerso quando o nível da água subiu após a abertura das comportas de uma barragem.

O rio Muthirapuzha inundou também as zonas baixas da cidade de Munnar, também no distrito de Iddiki.

As chuvas anuais das monções atingem o sul da Ásia de junho a setembro. As chuvas são cruciais para a temporada agrícola, mas todos os anos provocam vítimas e danos nesta parte do mundo onde vive um quinto da humanidade.

Mais de 550 pessoas morreram na Índia, Bangladesh e Nepal e mais de 9,6 milhões de pessoas ficaram deslocadas no sul da Ásia desde o começo das enchentes em junho, de acordo com a Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório