Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Parlamento sérvio realiza sessão inaugural sob protestos da oposição

O novo parlamento sérvio, amplamente dominado pelo partido do Presidente, Aleksandar Vucic, reuniu-se hoje entre protestos de vários partidos da oposição e de grupos da direita radical que denunciam irregularidades nas legislativas de 21 de junho.

Parlamento sérvio realiza sessão inaugural sob protestos da oposição
Notícias ao Minuto

15:17 - 03/08/20 por Lusa

Mundo Sérvia

Algumas dezenas de manifestantes apuparam os deputados que se dirigiam para a sessão inaugural do parlamento no amplo edifício do centro de Belgrado.

Alguns lançaram ovos em direção à fachada, indica a agência noticiosa Associated Press (AP).

A polícia isolou parte da área circundante à assembleia para impedir novos protestos, após os distúrbios registados em julho no mesmo local na sequência do anúncio de um reforço das medidas de confinamento motivadas pela pandemia da covid-19, entretanto retiradas, e contra o que designaram de crescente pendor autocrático do Presidente Vucic.

O Partido Progressista Sérvio (SNS) de Vucic, que não se apresentou oficialmente como candidato, venceu por larga margem as legislativas de 21 de junho, boicotadas por alguns dos principais partidos da oposição.

A coligação Aleksandar Vucic - Pelos Nossos Filhos, liderada por este partido conservador e pró-europeu no poder desde 2012, garantiu 188 dos 250 lugares do hemiciclo, com os restantes assentos distribuídos por aliados de Vucic ou representantes das minorias nacionais, e com as efetivas forças da oposição a ficarem sem representação.

Assim, o Partido socialista (SPS) de Ivica Dacic, parceiro minoritário na coligação cessante no poder, obteve 32 lugares.

A Aliança Patriótica (SPAS) de Aleksandar Sapic, o único partido formalmente da oposição e que ultrapassou a barreira obrigatória dos 3% de votos para aceder ao parlamento, conta com 11 deputados.

Quatro partidos das minorias completam o novo parlamento sérvio, a Aliança do Húngaros da Voivodina com nove deputados, o Partido da Justiça e da reconciliação de Moamer Zukorlic (um dos partidos dos bosníacos do Sandjak) te quatro deputados, o SDA do Sandjak três deputados e a Alternativa democrática albanesa -- "Vale unido", três deputados.

A oposição tradicional boicotou o escrutínio ao alegar a ausência de condições equitativas na votação e o perigo de saúde pública devido à covid-19, uma situação que agravou a sua situação de marginalização da vida política interna.

Vucic negou insistentemente as acusações de interferência no voto, ao considerar que os seus opositores protestam de forma ensurdecedora por não possuírem apoio popular, e nega ter assumido uma função de liderança na campanha e de ter abusado dos seus limitados poderes presidenciais.

Na sessão inaugural do parlamento, os deputados usaram máscaras faciais e mantiveram as regras do distanciamento social. O poder tem agora um prazo máximo de 90 dias para anunciar e aprovar o novo Governo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório