Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Igreja ortodoxa grega de "luto" após conversão de Santa Sofia em mesquita

As igrejas ortodoxas da Grécia cumpriram hoje um momento "de luto" quando milhares de muçulmanos participavam na primeira oração de ex-basílica de Santa Sofia (Hagia Sophia) em Istambul, uma referência decisiva para a ortodoxia e convertida em mesquita.

Igreja ortodoxa grega de "luto" após conversão de Santa Sofia em mesquita
Notícias ao Minuto

14:32 - 24/07/20 por Lusa

Mundo Igreja Ortodoxa

Sinos das igrejas ecoaram por toda a Grécia ao início da tarde, com as suas bandeiras a meia haste para protestar contra o que o arcebispo Iéronymos, chefe da Igreja na Grécia, designou de "ato ímpio que profana" a antiga basílica do império bizantino.

Hoje "é um dia de luto para toda a cristandade", declarou o patriarca, que vai conduzir uma missa especial no final da tarde na catedral de Atenas e cantará o hino acatisto em honra da Virgem Maria.

O hino acatisto foi cantado pela primeira vez para celebrar a proteção que a Virgem forneceu à cidade durante o seu cerco em 626 na então Constantinopla. A batalha foi ganha pelos bizantinos, enquanto o patriarca Serge implorava a proteção da Virgem e o povo desfilava em procissão.

Segundo a tradição grega, a mesma missa foi dita em Santa Sofia na véspera da queda do império bizantino para os otomanos em 1453.

Santa Sofia "é um símbolo da nossa fé e um monumento universal da cultura", acrescentou o arcebispo Iéronymos.

"Para nós, gregos ortodoxos, Santa Sofia está hoje mais que nunca nos nossos espíritos. Aí bate o nosso coração", declarou por sua vez aos 'media' o primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis.

"O que hoje se passa em Constantinopla não é uma manifestação de poder mas pelo contrário o sinal de uma fraqueza", acrescentou, acusando a Turquia de "insultar o património do século XXI".

Após ter recebido o patriarca de Alexandria Teodoro II, o primeiro-ministro grego apelou à "transformação da tristeza em força, sangue-frio e unidade. Porque Santa Sofia existe justamente para nos unir a todos, convidando-nos a olhar mais além".

Organizações religiosas e nacionalistas apelaram a uma manifestação para esta tarde em Atenas e Salónica.

Convertida em mesquita após a conquista de Constantinopla, Santa Sofia foi transformada em museu em 1934 pelo primeiro Presidente da República turca, Mustafa Kemal Atatürk, que pretendia "oferecê-la à humanidade".

A casa natal de Atatürk em Salónica, a segunda cidade de Grécia, foi hoje encerrada pelo consulado turco, oficialmente para limpezas, e até segunda-feira.

Em 10 de julho, Erdogan decidiu devolver o edifício ao culto muçulmano após uma decisão da justiça que revogou o seu estatuto de museu.

Santa Sofia, uma das mais significativas obras arquitetónicas do mundo, construída no século VI pelos bizantinos e onde eram coroados os seus imperadores, está classificada como património mundial pela Unesco.

Para a Grécia, a ex-basílica continua a ser identificada como sendo Constantinopla, a mesma designação que os gregos continuam a utilizar relativamente a Istambul.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório