Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 15º

Edição

Três reféns foram libertados de autocarro que está sequestrado na Ucrânia

Pelo menos três pessoas que estavam sequestradas dentro de um autocarro em Lutsk, no noroeste da Ucrânia, foram libertadas pelo homem armado que mantém reféns as restantes, foi hoje anunciado.

Três reféns foram libertados de autocarro que está sequestrado na Ucrânia

De acordo com uma publicação feita pelo vice-ministro do Interior da Ucrânia, Anton Gerashchenko, na rede social Facebook, os três reféns, "uma mulher idosa, uma adolescente e uma mulher grávida" estão "livres".

Entretanto, a agência France-Presse (AFP) dá conta de que estão a decorrer as negociações entre a polícia e o sequestrador, que alega que também escondeu uma bomba na cidade.

Lutsk é uma cidade com cerca de 200 mil habitantes, localizada a cerca de 400 quilómetros da capital do país, Kiev.

A polícia pediu aos moradores para permanecerem em casa, encerrou as ruas ao trânsito e colocou um grande dispositivo de segurança em torno do autocarro, constatou a AFP no local.

Os Serviços de Segurança da Ucrânia já anunciaram a abertura de uma investigação.

O sequestrador, identificado como um antigo recluso, disparou sobre uma aeronave que sobrevoou o autocarro e atirou um pacote explosivo para a via pública, disse à AFP o vice-ministro do Interior.

Antes, este homem já tinha disparado "na direção das forças de segurança" e atirado uma granada, que, "felizmente, não explodiu", explicitou a polícia.

Contudo, há incoerências entre o número de pessoas que estão sequestradas.

Os órgãos de comunicação social locais e a polícia davam inicialmente nota de cerca de 20 pessoas a bordo do autocarro quando foram sequestradas.

Mais tarde, o Serviço de Segurança da Ucrânia corrigiu a informação, assinalando que havia dez reféns, ao contrário dos 20 anunciados ao início da manhã.

A France-Presse, no entanto, sublinha que estavam 20 pessoas a bordo deste autocarro.

As autoridades também desconhecem se havia mais pessoas dentro do veículo no momento do incidente, e se algumas conseguiram fugir.

O homem armado chamou a polícias às 09:25 locais (07:25 em Lisboa), depois de ter assumido o controlo do autocarro. O sequestrador apresentou-se como Maksim Plokhoy, indicou, no Facebook, o vice-ministro do Interior.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório