Meteorologia

  • 13 AGOSTO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Funcionária de hospital castigada por repreender quem não usa máscara

Funcionária de limpeza do hospital foi suspensa por 10 dias.

Funcionária de hospital castigada por repreender quem não usa máscara

Uma empregada de limpeza do hospital de Santa Cruz de Úbeda, em Espanha, foi castigada por ter chamado à atenção quem não usava máscara no interior do centro hospitalar.

A mulher pertencia a uma empresa externa ao hospital e 'caiu no erro' de querer assegurar que as regras de segurança contra o novo coronavírus fossem cumpridas. Entre as pessoas que repreendeu estão quatro altos funcionários do hospital, refere o ABC.

Os episódios aconteceram a 14 de abril, dia em que a trabalhadora advertiu a diretora dos serviços gerais e mais três pessoas da direção do hospital, quando estas se encontravam na cafetaria do hospital.

Na sequência da sua atitude, a mulher foi suspensa das suas funções por um período de 10 dias, naquilo que o hospital considera ter-se tratado de uma falta grave. Já o sindicato dos trabalhadores entende que esta decisão é "um verdadeiro atropelo" aos direitos da trabalhadora, "a quem ninguém chamou para que pudesse justificar-se".

O Sindicato acusa a administração do hospital de estar a agir contra o direito da liberdade de expressão da mulher e recorda que esta estaria, apenas, a tentar cumprir as regras de segurança, que estes responsáveis deveriam ser os primeiras a querer cumprir.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório