Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Primeiros dados das eleições sérvias confirmam vitória do centro-direita

Os primeiros resultados oficiais das eleições legislativas na Sérvia, realizadas no domingo, confirmam a vitória do Partido Progressista Sérvio (SNS, centro-direita), força política do Presidente conservador e populista, Aleksandar Vucic, com 61,24 % dos votos, foi hoje divulgado.

Primeiros dados das eleições sérvias confirmam vitória do centro-direita
Notícias ao Minuto

13:57 - 22/06/20 por Lusa

Mundo Sérvia

Os dados oficiais da votação, as primeiras eleições europeias pós-quarentena da doença covid-19 e que foram marcadas por um boicote por parte de um setor da oposição sérvia, foram hoje divulgados pela televisão pública RTS após as entidades eleitorais terem escrutinado mais de 60% dos votos.

De acordo com os mesmos dados oficiais, o parceiro da coligação cessante com o SNS, o Partido Socialista da Sérvia (SPS, centro-esquerda), foi a segunda força política mais votada com 10,43% dos votos.

A terceira força foi a União Patriótica Sérvia (SPAS, centro-direita), uma nova formação no Parlamento sérvio liderada pelo ex-jogador de polo aquático Aleksandar Sapic, que obteve 3,73% dos votos dos eleitores.

Segundo as projeções conhecidas, nomeadamente da organização não-governamental (ONG) Centro para Eleições Livres e Democracia (CeSID), o SNS irá ocupar 189 dos 250 assentos que compõem o Parlamento sérvio, seguido pelo SPS e pela SPAS, com 32 e 12 deputados, respetivamente.

Os restantes assentos parlamentares serão repartidos pelos representantes das minorias: comunidade húngara (nove deputados), albanesa (três deputados) e os partidos muçulmanos (entre três e dois deputados).

Diversos partidos da oposição sérvia decidiram boicotar a votação, acusando o Presidente Vucic de ter viciado a competição eleitoral a favor do SNS, nomeadamente ao nível dos meios de comunicação social estatais.

Um universo de 6,6 milhões de eleitores sérvios inscritos estava convocado para eleger no domingo um novo Parlamento e um novo executivo da Sérvia entre 21 partidos e coligações.

Sobre a participação no escrutínio só é conhecida até ao momento uma projeção que indica que a taxa ronda os 48%.

Os resultados oficiais completos do escrutínio, que inicialmente estava agendado para 26 abril mas seria adiado para 21 de junho por causa da pandemia do novo coronavírus, são esperados até quinta-feira.

No domingo à noite, e após a divulgação das primeiras projeções, o Presidente Aleksandar Vucic agradeceu ao povo sérvio e falou num "apoio histórico".

Aleksandar Vucic tinha pedido aos seus apoiantes que fossem votar em grande número, de forma a obter um mandato forte para as negociações de paz mediadas internacionalmente sobre o futuro da antiga província sérvia do Kosovo.

A Sérvia rejeitou a declaração de independência do Kosovo em 2008.

O enviado da União Europeia (UE) para o Kosovo, Miroslav Lajcak, é esperado hoje em Belgrado para um encontro com Vucic.

Nos próximos dias, Aleksandar Vucic irá deslocar-se a Moscovo, um importante aliado, e irá reunir-se com representantes kosovares na Casa Branca, em Washington (Estados Unidos), em 27 de junho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório