Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

Rússia regista maior número de mortos. Morreram 153 pessoas em 24 horas

A Rússia anunciou hoje o menor número diário de infetados pela Covid-19 desde o dia 1 de maio, com 8.599 novos casos, embora tenha registado um novo recorde diário de mortos, com 153 óbitos, segundo dados oficiais.

Rússia regista maior número de mortos. Morreram 153 pessoas em 24 horas

O país possui atualmente 344.481 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, de acordo com os dados mais recentes divulgados hoje pela equipa de combate à covid-19 no país.

Segundo a agência Efe, após o aumento recorde de mortes nas últimas 24 horas (a anterior referência ocorreu em 22 de maio, com 150 em um dia), o país regista nas estatísticas um total de 3.541 mortos.

Desde o dia 19 de maio que não há menos de 100 mortes por dia na Rússia, que detetou o primeiro caso de infeção por coronavírus no primeiro dia do mês de março.

Em Moscovo, o epicentro da pandemia na Rússia, também se registou o menor número de novos casos num dia, com um total de 2.516, o que representa o número mais baixo desde 29 de abril, e eleva o número de casos confirmados para um total de 163.913.

No último dia, Moscovo adicionou 59 mortes ao registo de falecidos na Rússia.

De acordo com as autoridades locais, até agora, morreram na capital russa 1.993 pessoas de covid-19.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 339 mil mortos e infetou mais de 5,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de dois milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (97.087) e mais casos de infeção confirmados (mais de 1,6 milhões).

O Brasil, com mais de 22 mil mortos e 347 mil casos, é o segundo país do mundo em número de infeções.

Seguem-se o Reino Unido (36.675 mortos, mais de 257 mil casos), Itália (32.735 mortos, mais de 229 mil casos), Espanha (28.678 mortos, mais de 235 mil casos) e França (28.332 mortos, mais de 182 mil casos).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório