Meteorologia

  • 25 MAIO 2020
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 30º

Edição

Rei cede avião particular para levar primeira vítima de Covid-19 a casa

Prestou-lhe todos os cuidados médicos necessários e depois garantiu que chegava a casa em segurança.

Rei cede avião particular para levar primeira vítima de Covid-19 a casa

O Butão é considerado o "país mais feliz do mundo" e é dos únicos países que não contabiliza, ainda, casos de Covid-19, e em grande parte isso deve-se ao carácter solidário do rei Jihme Khesar Namgyel Wangchuck.

Recentemente, e quando foi diagnosticado o primeiro caso do vírus no país, o rei disponibilizou o seu avião particular para que o doente se pudesse deslocar de volta a casa com a maior brevidade possível.

O infetado era Bert Hewitt, um norte-americano de 76 anos, que estava de férias no país com a mulher. O homem, que padece de um cancro, chegou ao país e no dia 4 de março começou a sentir uma forte dor de estômago, aliada a dificuldades respiratórias, que o levou a deslocar-se ao hospital de Thimphu, na capital do país.

O homem testou positivo à Covid-19 e foram atividados todos os protocolos de segurança sanitários, incluindo que se apurasse e testasse todos aqueles que tivessem estado em contacto com o casal.

"A ordem de Sua Majestade foi que lhe fossem dados todos os cuidados possíveis", explicou o ministro da Saúde do país ao The Washington Post.

Felizmente, mais ninguém testou positivo ao novo coronavírus, e assim que Bert começou a melhorar foi o próprio rei a garantir que este voltava a casa em segurança.

O rei Jihme Khesar cedeu o seu avião particular para que o casal regressasse a casa e fez questão de manter contacto com a  família para garantir que estavam bem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório