Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 17º

Peru ultrapassa 92 mil casos com hospitais de Lima no limite

O Peru ultrapassou no domingo os 92 mil casos e mais de 2.600 mortos pela covid-19, quando os hospitais de Lima se encontram no limite, com alguns dos estabelecimentos a efetuaram uma seleção de doentes, indicou um organismo oficial.

 Peru ultrapassa 92 mil casos com hospitais de Lima no limite
Notícias ao Minuto

06:16 - 18/05/20 por Lusa

Mundo Covid-19

O Ministério da Saúde (Minsa) assinalou que nas últimas horas foram detetados mais 3.732 casos da doença provocada pelo novo coronavírus com 125 óbitos, num total de infetados a atingir os 93.273, incluindo 2.648 mortos.

A pandemia manteve o seu epicentro em Lima, uma cidade de 10 milhões de habitantes que apresenta 59.712 casos e 915 mortos, e com a capacidade hospitalar a atingir o limite, segundo o Gabinete do Provedor do Povo (Defensoría del Pueblo), uma organização constitucional.

Enquanto o Governo sustenta que apesar da grande quantidade de casos diários se atingiu o planalto da doença, o máximo representante da Sociedade Peruana de Medicina Intensiva assegurou que os hospitais de Lima estão a efetuar uma seleção de doentes graves.

O Minsa informou hoje que, entre o total de casos detetados, 7.408 estão hospitalizados, mais 133 nas últimas horas, com 850 nas unidades de cuidados intensivos do país.

Após serem realizados 20.131 novos testes, foi atingido um total de 650.613 diagnósticos para detetar a doença.

Para mais, 349 pessoas recuperaram nas últimas horas, num total de 28.621 que receberam alta hospitalar ou cumpriram a quarentena domiciliária.

O Gabinete de Provedor do Povo alertou que os principais hospitais de Lima "se encontram no limite da admissão" de doentes, enquanto o Presidente Martín Vizcarra anunciou que o Governo vai manter muitas das restrições após o final da quarentena nacional, que deve terminar no próximo domingo.

O primeiro-ministro, Vicente Zeballos, admitiu por sua vez que o eventual prolongamento do estado de emergência nacional está em "permanente avaliação".

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 313.500 mortos e infetou mais de 4,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,6 milhões de doentes foram considerados curados.

Os Estados Unidos da América são o país com mais mortos (89.207) e mais casos de infeção confirmados (quase de 1,5 milhões).

Por regiões, a Europa soma mais de 166 mil mortos (quase 1,9 milhões de casos), Estados Unidos e Canadá mais de 95.000 mortos (mais de 1,5 milhões de casos), América Latina e Caribe mais de 28.700 mortos (mais de 500 mil casos), Ásia mais de 12.100 mortos (mais de 355 mil casos), Médio Oriente mais de 8.100 mortos (quase 280 mil casos), África 2.735 mortos (mais de 82.500 casos) e Oceânia com 126 mortos (quase 8.400 casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório