Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 29º

Brexit: UE quer "progressos tangíveis" na nova ronda negocial

O negociador-chefe da União Europeia para as relações futuras com o Reino Unido, Michel Barnier, afirmou esperar que a terceira ronda de negociações, que teve hoje início, permita alcançar enfim "progressos tangíveis", após duas rondas pouco produtivas.

Brexit: UE quer "progressos tangíveis" na nova ronda negocial
Notícias ao Minuto

17:14 - 11/05/20 por Lusa

Mundo Michel Barnier

"A terceira ronda de negociações começou hoje com [o negociador britânico] David Frost e a sua equipa. Precisamos de progressos tangíveis em todas as áreas, incluindo padrões de concorrência abertos e justos", escreveu Barnier na sua conta oficial na rede social Twitter.

Lembrando que está a negociar "em nome de toda a União Europeia", Barnier acrescenta que é necessário encontrar "um equilíbrio apropriado entre direitos e obrigações".

Michel Barnier, em nome da UE, e David Frost, pelo Reino Unido, iniciaram hoje ao início da tarde, por videoconferência, a terceira ronda de negociações sobre as relações futuras no pós-'Brexit', incluindo a relação comercial entre britânicos e os 27, ainda sem acordo à vista e com um calendário cada vez mais 'apertado'.

As discussões estiveram suspensas devido à pandemia de covid-19 -- desde logo por ambos os negociadores terem sido infetados pelo novo coronavírus -- e estão agora a ser realizadas por videoconferência, como já aconteceu na segunda ronda, na semana de 20 de abril, tendo em vista progressos palpáveis até junho, altura prevista para um balanço das discussões.

Após essa segunda ronda, de abril passado, Barnier, criticou Londres pela "falta de compromissos sérios" nas novas negociações e advertiu que "o Reino Unido não se pode recusar a prolongar o período de transição", que expira no final do corrente ano, "e, ao mesmo tempo, travar as discussões nalgumas áreas".

Entre os assuntos com mais divergências estão o acesso equilibrado a ambos os mercados, a governança da futura parceria, a proteção dos direitos fundamentais e o setor das pescas.

Após a concretização do 'Brexit' em 31 de janeiro passado, a primeira ronda negocial sobre a futura relação decorreu em Bruxelas entre 02 e 05 de março e a segunda estava prevista para se realizar em Londres entre 18 e 20 de março, mas tal não aconteceu devido à pandemia.

Depois da ronda desta semana, que se prolonga até à próxima sexta-feira, as duas partes voltarão a reunir-se na semana de 01 de junho.

Também para junho continua a estar prevista uma cimeira de líderes para avaliar o progresso e decidir sobre uma eventual extensão do período de transição, que termina a 31 de dezembro.

O Governo britânico já reiterou que não pretende pedir um prolongamento.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório