Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Putin felicita líderes no 75.º aniversário da vitória sobre o fascismo

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, enviou hoje telegramas de felicitações a vários líderes mundiais a propósito do 75.º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazi, informou o Kremlin.

Putin felicita líderes no 75.º aniversário da vitória sobre o fascismo
Notícias ao Minuto

13:20 - 08/05/20 por Lusa

Mundo Kremlin

Putin felicitou pelo aniversário dirigentes ocidentais, entre os quais os líderes dos Estados Unidos, França e Reino Unido, assim como os líderes dos países ex-soviéticos, que lutaram ao lado dos soldados russos nas fileiras do Exército Vermelho.

Nas missivas, o Presidente russo destaca que "o dever sagrado das gerações atuais" é conservar a memória dos que defenderam a sua pátria "com sacrifícios incalculáveis".

Putin apelou ainda para que seja combatida qualquer tentativa de reescrever a história e os resultados da Segunda Guerra Mundial, para "branquear ou levar ao esquecimento dos crimes desumanos dos nazis e seus cúmplices".

O Presidente russo também falou hoje ao telefone com a chanceler alemã, Angela Merkel, sobre o aniversário da vitória soviética sobre o fascismo na Europa, que se assinala no sábado na Rússia.

"Para a Rússia e para a Alemanha esta data tem um significado especial e simbólico", assinalou o Kremlin.

Putin e Merkel destacaram a necessidade de preservar a memória sobre os "acontecimentos trágicos daqueles anos".

"Em particular, foi expressa a certeza de que em ambos os países nunca serão esquecidos os patriotas alemães que combateram com valentia o regime nazi", adiantou o Kremlin na nota.

O líder russo telefonou igualmente ao primeiro-ministro israelita em funções, Benjamin Netanyahu. Estima-se que à volta de seis milhões de judeus tenham sido mortos durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Felicitados por Putin foram ainda os veteranos do conflito, a quem o presidente russo desejou "saúde, bem-estar e longos anos de vida".

Este ano a Rússia na celebrará o 9 de maio com o histórico desfile militar na Praça Vermelha devido à pandemia do novo coronavírus, mas manterá a parada aérea e realizar-se-ão outros atos comemorativos em formato virtual para não violar as normas sanitárias em vigor no país.

A Rússia registou hoje pelo sexto dia consecutivo mais de 10.000 casos do novo coronavírus e conta agora com 187.859 infetados e 1.723 mortos por covid-19, 98 dos quais nas últimas 24 horas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório