Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2022
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 26º

Covid-19: Números disparam no Brasil. Mais de 10 mil infetados em 24h

Para além da atualização dos números sobre a incidência da Covid-19 na população brasileira, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, anunciou novas medidas de testagem para o coronavírus.

Covid-19: Números disparam no Brasil. Mais de 10 mil infetados em 24h
Notícias ao Minuto

22:52 - 06/05/20 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

O Ministério da Saúde brasileiro anunciou, esta quarta-feira, durante a conferência diária sobre os desenvolvimentos da Covid-19 no país, que, nas últimas 24 horas, foram registados mais 614 mortos, o maior aumento diário de óbitos no país desde o início da pandemia. No total, o coronavírus já provocou 8.535 vítimas mortais no Brasil. 

No que diz respeito ao número de infetados, também foi verificado o maior aumento de sempre, tendo-se identificado mais 10.381 novos casos confirmados de coronavírus de ontem para hojeNo total, o Brasil regista, agora, 125.096 infetados no país.

"A curva epidimiológica não está a baixar. Vamos ter de intensificar a nossa comunicação com a sociedade. Não estamos a entrar numa fase descendente. Os números falam por si. Temos de tartar (a doença) regionalmente", referiu Nelson Teich, ministro da Saúde do Brasil, no final do briefing. 

Governo quer realizar 46 milhões de testes no país

Durante a conferência de imprensa, Wanderson Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, anunciou ainda novas medidas de testagem da Covid-19 no país. Segundo o governante, vão ser implementadas duas ações: 'Confirma Covid-19' e 'Testa Brasil'. 

Com estas iniciativas, o Governo pretende realizar 46 milhões de testes no país, testando assim cerca de 22% da população. 

Ainda sobre estas ações, Wanderson Oliveira esclareceu que é esperado, consequentemente, que o número de casos confirmados de Covid-19 aumente. Para a realização destes testes serão criadas unidades de recolha de amostras em todas as "cidades com mais de 500 mil habitantes" e os resultados deverão estar disponíveis "rapidamente", designadamente, entre "24 a 96 horas". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório