Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 25º

Rússia: Habitantes de Vladikavkaz protestam contra o isolamento social

Habitantes desta cidade no sul da Rússia saíram às ruas com receio de perderem os empregos.

Rússia: Habitantes de Vladikavkaz protestam contra o isolamento social
Notícias ao Minuto

20:20 - 20/04/20 por Notícias Ao Minuto

Mundo Covid-19

Centenas de pessoas saíram às ruas da cidade de Vladikavkaz, no sul da Rússia e próximo da fronteira com a Geórgia, para protestar contra o isolamento social voluntário ordenado pelas autoridades locais para combater a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o jornal The Guardian, a população decidiu manifestar-se contra as medidas duras de isolamento social decretadas na zona sul do país, sublinhando mesmo que houve confrontos com a polícia de choque e "pedidos para que o governador local apresentasse a demissão".

O diário britânico explica ainda que os manifestantes exigiam o alívio das medidas anti-coronavírus, incluindo o encerramento de empresas, e um maior apoio financeiro para quem ficou sem emprego.

Por outro lado, MBKh News, meio de comunicação contra o presidente Vladimir Putin, salienta que o protesto terá sido motivado pela perda de empregos e falta de informação sobre o surto do novo coronavírus.

A polícia foi chamada a intervir no local da manifestação, que decorreu na praça central de Vladikavkaz, e depois de dispersar a multidão foram detidas quatro pessoas.

Segundo a imprensa russa, os protestos foram convocados por Vadim Cheldiev, um cantor de ópera e ativista que publicou nas redes sociais vídeos nos quais questionava a pandemia do novo coronavírus, sublinhando mesmo que a Covid-19 era uma doença inventada.

No final da semana passada, Vadim Cheldiev fez um apelo aos habitantes locais para protestar e violar o "regime de auto-isolamento" sob o qual os russos se devem abrigar em casa. O cantor acabou por ser preso e enfrenta agora o crime de "difusão de notícias falsas".

Leia Também: AO MINUTO: OMS elogia resposta de Portugal; 20.265 mortes em França

Recomendados para si

;
Campo obrigatório