Meteorologia

  • 16 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Mais de 1.100 idosos em lares morreram na Catalunha devido à Covid-19

Um total de 1.123 idosos que viviam em residências para a terceira idade morreram na Catalunha desde 15 de março devido ao coronavírus e 53,2% desses centros têm residentes infetados com a covid-19 ou com sintomas compatíveis.

Mais de 1.100 idosos em lares morreram na Catalunha devido à Covid-19
Notícias ao Minuto

10:41 - 08/04/20 por Lusa

Mundo Covid-19

Segundo dados do Departamento do Trabalho, Assuntos Sociais e Famílias do Governo regional, os 1.123 idosos que morreram representam mais de 10% dos 10.979 utentes de lares de idosos que perderam a vida no ano passado na comunidade autónoma da Catalunha.

Existem atualmente 1.906 pessoas diagnosticadas com coronavírus entre os residentes de lares de idosos públicos e privados na Catalunha.

Estas pessoas estão isoladas das restantes e o seu tratamento segue os protocolos estabelecidos pelo Departamento de Saúde regional, havendo ainda 448 residentes que estão hospitalizados, de acordo com o executivo catalão.

A Catalunha tem 64.093 pessoas a viver em 1.073 residências para a terceira idade.

Em 239 dessas residências, 22,2% do total, foram diagnosticadas pessoas com coronavírus e em outras 335 (31%) há residentes com sintomas.

Quanto aos profissionais destes centros, 4.191 estão isolados ou apresentam sintomas, num total de mais de 75.000.

No ano passado, 10.979 pessoas morreram em lares na Catalunha, e em 2018 um total de 11.402, o que significa uma média mensal de mais de 900 mortes.

Segundo a Generalitat (Governo regional), a idade média dos residentes nesses lares é de 84 anos, a maioria deles dependentes ou altamente dependentes, e 90% deles tinham patologias prévias.

A Catalunha é, depois de Madrid, a região espanhola mais atingida pela pandemia da covid-19, com 28.323 infetados e 2.908 mortos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com cerca de 735 mil infetados e mais de 57 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 17.127 óbitos em 135.586 casos confirmados até terça-feira.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 13.798 mortos, entre 140.510 casos de infeção confirmados até terça-feira, enquanto os Estados Unidos, com 12.910 mortos, são o que contabiliza mais infetados (399.929).

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório