Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Covid-19: Espanha com mais 757 mortos, número volta a subir

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 757 mortes devido ao novo coronavírus, contabilizando um total de 14.555 vítimas mortais, segundo a última atualização das autoridades sanitárias.

Covid-19: Espanha com mais 757 mortos, número volta a subir

O número de mortes em Espanha volta a subir, pelo segundo dia consecutivo, depois de quatro dias em que foram registadas descidas. De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, foram registadas, nas últimas 24 horas, 757 mortes, mais 14 mortes do que terça-feira (743).

Esta subida é, no entanto, mais ligeira do que a contabilizada na véspera, registando-se inclusive um ligeiro descréscimo na taxa de variação diária, que passa de 5,7%, na terça-feira, para 5,5%, hoje.

O número de contágios também subiu. São contabilizados hoje mais 6.180 novos casos de infeção, elevando o número total para 146.690 (dados consolidados às 20h00 de terça-feira, hora de Lisboa). São assim mais 702 casos confirmados em comparação com terça-feira (5.478), um aumento percentual de 4,4% (na véspera foi de 4%).

Dos 146.690 casos de contágio, registados desde o início da pandemia, pelo menos 63.516 estão hospitalizados e 48.021 receberam alta hospitalar (cerca de um terço dos casos positivos confirmados).

A região com mais casos positivos de covid-19 é a de Madrid, com 42.450 infetados e 5.586 mortos, seguida pela da Catalunha (29.647 e 3.041), a de Castela-Mancha (11.788 e 1.255), a de Castela e Leão (10.058 e 1.028) e a do País Basco (9.452 e 635).

Recorde-se que as autoridades espanholas indicaram que o aumento registado ontem será normal, porque às segundas-feiras são contabilizadas as notificações de óbitos que aconteceram no fim de semana e que não foram registadas a tempo, sendo apresentados, portanto, às terças-feiras. O aumento registado esta quarta-feira é menor, mas quebra, efetivamente, a tendência de descida.

O governo de Espanha aprovou ontem a proposta para prolongar durante mais duas semanas, até 25 de abril, o estado de emergência em vigor desde 15 de março. A porta-voz do executivo espanhol já deu hoje indicação de que, a partir de 26 de abril, os espanhóis poderão retomar "a sua vida normal", ainda que com condições, que não foram avançadas.

O Governo espanhol decidiu na terça-feira que os trabalhadores em atividades não essenciais, que não conseguem trabalhar em casa, podem regressar às suas atividades laborais a partir de segunda-feira, 13 de abril. Todos aqueles que trabalham em casa vão continuar a fazê-lo, mas os que não o podem fazer são autorizados a deslocar-se, apenas até ao seu local de trabalho, uma medida que esteve suspensa durante duas semanas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório