Meteorologia

  • 03 ABRIL 2020
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 20º

Edição

Próxima reunião de MNE da NATO será por videoconferência

A próxima reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO, agendada para o dia 02 de abril, decorrerá por videoconferência devido à pandemia da covid-19, anunciou hoje a Aliança, em comunicado.

Próxima reunião de MNE da NATO será por videoconferência
Notícias ao Minuto

11:52 - 26/03/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"A reunião decorrerá por teleconferência segura em 02 de abril e será presidida pelo secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg", salienta o comunicado.

A agenda da reunião será consagrada às consequências económicas da pandemia sobre os orçamentos dos aliados para a defesa e as missões da NATO no Afeganistão e Iraque.

Desde 18 de março, data em que as autoridades belgas adotaram medidas restritivas, que a sede da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa) está encerrada a visitantes, jornalistas e pessoal não essencial.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 450 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 20.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com cerca de 240.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 7.503 mortos em 74.386 casos registados até hoje.

A Espanha é o segundo país com maior número de mortes, registando 3.434, entre 47.610 casos de infeção.

A China, sem contar com os territórios de Hong Kong e Macau, onde a epidemia surgiu no final de dezembro, conta com 81.285 casos, tendo sido registados 3.287 mortes. Nas últimas 24 horas, reportou 67 novos casos, todos com origem no exterior, quando o país começa a regressar à normalidade, após dois meses de paralisia. Morreram mais 6 pessoas.

No total, 74.051 receberam alta, após terem superado a doença.

Os países mais afetados a seguir à Itália, Espanha e China são o Irão, com 2.077 mortes num total de 27.017 casos, a França, com 1.331 mortes (25.233 casos), e os Estados Unidos, com 827 mortes (mais de 60.000 casos).

O continente africano registou 69 mortes devido ao novo coronavírus, ultrapassando os 2.631 casos.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório