Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 22º

Emirados Árabes Unidos anunciam suspensão total de voos de passageiros

Os Emirados Árabes Unidos anunciaram hoje a suspensão, a partir de quarta-feira e por duas semanas, de todos os voos de passageiros, incluindo em trânsito, devido à pandemia da covid-19.

Emirados Árabes Unidos anunciam suspensão total de voos de passageiros
Notícias ao Minuto

07:00 - 23/03/20 por Lusa

Mundo Covid.19

As autoridades decidiram "suspender todas as chegadas e partidas de passageiros, bem como aqueles que estão em trânsito, nos Emirados Árabes Unidos", no âmbito das medidas de prevenção para impedir a propagação da covid-19, noticiou a agência oficial WAM.

"Os voos de carga e de retirada sanitária não são abrangidos" por esta medida, que pode ser revista dentro de duas semanas, acrescentou.

Os Emirados Árabes Unidos, cujos aeroportos internacionais do Dubai e de Abu Dhabi são importantes centros distribuidores do tráfego aéreo mundial, registaram na sexta-feira as duas primeiras mortes causada pelo novo coronavírus e mais de 150 casos confirmados.

No domingo, a companhia aérea Emirates, com sede no Dubai, tinha anunciado a suspensão de todos os voos comerciais, que opera habitualmente em 159 destinos. Posteriormente, a transportadora recuou e afirmou que iria manter as ligações aéreas para 13 destinos, decisão que justificou com pedidos recebidos de governos e clientes para ajudar no repatriamento de viajantes.

Horas antes, o presidente e diretor executivo da Emirates tinha indicado que a companhia se encontrava numa situação em que não podia operar, "de forma viável, voos com passageiros até que os países voltem a abrir as fronteiras e a confiança nas viagens regresse".

A Emirates transportou no ano passado cerca de 58 milhões de passageiros.

Para lutar contra a propagação do coronavírus, os Emirados reforçaram no sábado as medidas de prevenção ao anunciar "o encerramento de praias, parques, piscinas, cinemas e pavilhões desportivos".

As autoridades proibiram, até nova ordem, o regresso ao país de estrangeiros com direito de residência.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 324 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 14.300 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório