Meteorologia

  • 01 JULHO 2022
Tempo
28º
MIN 15º MÁX 28º

Portugal aciona mecanismo europeu para resgatar turistas no Peru

A embaixada de Portugal no Peru informou hoje na sua página do Facebook que o Governo acionou o mecanismo europeu de proteção civil e prepara um voo para trazer os portugueses retidos neste país da América do Sul.

Portugal aciona mecanismo europeu para resgatar turistas no Peru
Notícias ao Minuto

21:51 - 20/03/20 por Lusa

País Covid-19

"A Embaixada de Portugal avisa todos os cidadãos em trânsito que estão retidos no Peru que o Governo português decidiu acionar o mecanismo europeu de proteção civil e fretar um avião com o trajeto Lisboa-Lima-Lisboa", lê-se no comunicado hoje colocado nesta rede social.

"Sendo necessário organizar uma operação prévia de transporte dos cidadãos que se encontram dispersos no território peruano, está a ser montada uma iniciativa coordenada entre todos as embaixadas dos países da União Europeia e as autoridades peruanas", acrescenta o texto, que dá conta da inexistência ainda de mais pormenores para serem dados aos turistas portugueses neste país, que são aconselhados a consultar regularmente a página.

"Subsequentemente daremos informação sobre a programação dos transportes desde outros pontos do território peruano para Lima e a data do voo Lima-Lisboa", refere o comunicado.

Só em Cusco, uma cidade no centro do país conhecida pelos vestígios arqueológicos, estão pelo menos 25 portugueses, disse esta noite à Lusa Nuno Rocha, um dos portugueses que foi 'apanhado' na série de restrições que os países estão a impor para tentar conter a propagação da pandemia do novo coronavírus.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, infetou mais de 265 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 11.100 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 90.500 recuperaram da doença.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 182 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália a ser o país do mundo com maior número de vítimas mortais, com 4.032 mortos (mais 627 que na quinta-feira) em 47.021 casos.

A China, por sua vez, informou não ter registado novas infeções locais pelo segundo dia consecutivo, embora o número de casos importados tenha continuado a aumentar, com 39 infeções oriundas do exterior.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório