Meteorologia

  • 19 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 21º

Covid-19: Bolsonaro anuncia que segundo teste deu negativo

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou que o seu segundo teste ao novo coronavírus deu negativo, numa mensagem escrita na rede social Twitter.

Covid-19: Bolsonaro anuncia que segundo teste deu negativo
Notícias ao Minuto

04:09 - 18/03/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"Informo que o meu segundo teste para Covid-19 deu negativo. Boa noite a todos", escreveu Bolsonaro no Twitter.

Este foi o segundo exame realizado pelo chefe de Estado brasileiro, depois de um primeiro teste negativo na quinta-feira passada.

Jair Bolsonaro e vários membros do Governo brasileiro, que viajaram no início do mês para os Estados Unidos, foram submetidos na semana passada a exames ao novo coronavírus, depois da análise do secretário especial de comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, ter sido positiva.

Segundo a imprensa local, já são 15 as pessoas que integraram a comitiva governamental na viagem aos EUA que contraíram a Covid-19.

De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, Bolsonaro ainda deverá fazer um terceiro exame, na próxima semana.

A pasta da Saúde recomenda que sejam realizados três testes num período de 14 dias para pessoas que estiveram em contacto com infetados.

No domingo, numa ação que contrariou as recomendações do executivo brasileiro, Jair Bolsonaro juntou-se a centenas de apoiantes que participavam numa manifestação pró-Governo e contra o Congresso, cumprimentando-os e tirando 'selfies' no meio da multidão.

Segundo o jornal Estadão, apesar de ter recebido recomendações para permanecer em isolamento, Bolsonaro teve contacto direto com pelo menos 272 pessoas, em cerca de 58 minutos de interação com apoiantes, concentrado em frente do Palácio do Planalto. Um vídeo da ocasião foi partilhada pelo chefe de Estado brasileiro, no seu perfil na rede social Facebook.

"Bolsonaro manuseou, pelo menos, 128 telemóveis, trocou quatro objetos com a plateia, entre eles um boné, que colocou na cabeça, e cumprimentou 140 pessoas. Parte dos cumprimentos, nos primeiros 50 minutos do vídeo, são com o punho fechado ou mesmo apertos de mãos. Nos cinco minutos finais de interação, o Presidente alcança pelo menos 80 apoiantes, correndo com a mão estendida e cumprimentando várias pessoas na sequência", relatou o jornal.

O Brasil tem 291 casos confirmados do novo coronavírus e está a monitorizar 8.819 casos suspeitos, após ter sido anunciada na terça-feira a primeira morte causada pela Covid-19 no país, informou o Ministério da Saúde.

São Paulo continua a ser o estado mais afetado pela Covid-19, com 164 infetados, seguindo-se o Rio de Janeiro com 33 casos confirmados.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 189 mil pessoas, das quais mais de 7.800 morreram.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 146 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Face ao avanço da pandemia, vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório