Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Alemanha irá fechar fronteiras com França, Aústria e Suíça

A Alemanha, que já atingiu os 5000 infetados pelo novo coronavírus, irá fechar fronteiras a partir de segunda-feira, avança a AFP.

Alemanha irá fechar fronteiras com França, Aústria e Suíça

A informação é avançada pela AFP que cita uma fonte próxima do governo. A medida, que deverá entrar em vigor na segunda-feira, visa impedir a propagação do novo coronavírus, cujo epicentro se encontra agora na Europa, de acordo com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Segundo o diário Bild, para a decisão de encerrar as fronteiras pesou a vontade das autoridades de impedirem as compras em massa de bens de consumo em território alemão, que estarão a ser feitas por cidadãos estrangeiros que moram em zonas fronteiriças.

A medida terá sido tomada durante uma reunião por telefone entre a chanceler Angela Merkel, os ministros do Interior e da Saúde e os líderes dos Estados federados da Baviera, Baden-WürttembergSarre, e Renânia-Palatinado.

O encerramento das fronteiras entrará em vigor às 08h00 locais de segunda-feira (07h00 em Lisboa), estando previstas exceções para o transporte de mercadorias e para pessoas que trabalhem num dos lados da fronteira, mas que habitem no outro.

Mesmo nestes casos haverá restrições e um controlo apertado, avança o Bild. O total de pessoas infetadas na Alemanha subiu hoje para 3.795, mas 733 do que no sábado, havendo a registar a nona vítima mortal, uma mulher de 86 anos da Baviera.

Vários países têm tomado medidas mais radicais, tal como a Aústria, que baniu encontros entre mais de cinco pessoas.  A República Checa já encerrou as fronteiras e Espanha encontra-se em quarentena.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) referiu na passada sexta-feira, durante a conferência de imprensa diária, que a "Europa tornou-se no epicentro da pandemia de Covid-19". O diretor-geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus revelou que já foram registados mais de 132 mil casos do novo coronavírus em 123 países e que cinco mil pessoas perderam a vida, "um marco histórico", considerou. 

"A Europa tornou-se no epicentro da pandemia de Covid-19, com mais casos e mortes registados do que o resto do mundo junto, excetuando a China", declarou o responsável da OMS

Tedros Ghebreyesus frisou que na Europa há "mais casos a serem registados todos os dias do que os verificados na China no auge da sua epidemia". 

Em Portugal há neste momento 245 casos de infeção confirmados pela Direção-Geral de Saúde, sendo que quase 300 aguardam resultados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório