Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Disparos em Cabul obrigam intervenção de forças especiais afegãs

Uma série de disparos de armas de fogo perto do Ministério do Interior do Afeganistão em Cabul obrigaram as autoridades a tomar posição no local hoje de manhã.

Disparos em Cabul obrigam intervenção de forças especiais afegãs

"As forças especiais afegãs e as forças da polícia estão no local", disse à France Presse o porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi.

Trata-se do primeiro ataque em Cabul após a assinatura do acordo entre os talibãs e os Estados Unidos, firmado no passado fim de semana em Doha.

Os talibãs já negaram responsabilidades no ataque de Cabul contra uma cerimónia de homenagem a Abdul Ali Mazari, um político de minoria haraza assassinado no final da década passada.

Os membros da comunidade hazara são maioritariamente xiitas, num país maioritariamente sunita.

No ano passado um ataque reivindicado pelo grupo extremista Estado islâmico teve como alvo a mesma cerimónia hazara, tendo sido disparados tiros de morteiro que fizeram 11 mortos.

Vários políticos afegãos estavam presentes na cerimónia que decorria hoje, incluindo o chefe do Executivo Abdullah Abdullah.

O incidente ocorre na mesma semana em que foi assinado um acordo entre os Estados Unidos e os talibãs e que prevê a retirada das forças estrangeiras do país.

As tréguas parciais instauradas por Washington a 22 de fevereiro foram perturbadas nos ataques talibã ocorridos na segunda-feira contra as forças governamentais em duas províncias.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório