Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 18º

Itália decide "nas próximas horas" se encerra escolas e universidades

O Governo italiano tomará "nas próximas horas" uma decisão final sobre o encerramento de todas as escolas e universidades do país, anunciou a ministra da Educação após várias agências noticiarem que a decisão estava tomada.

Itália decide "nas próximas horas" se encerra escolas e universidades
Notícias ao Minuto

14:23 - 04/03/20 por Lusa

Mundo Covid-19

"Ainda não foi tomada qualquer decisão sobre o encerramento das escolas, solicitámos uma informação mais aprofundada ao comité técnico-científico, a decisão será tomada nas próximas horas", declarou aos media a ministra, Lucia Azzolina, que se retirou por momentos do conselho de ministros.

"Veremos se esta decisão [de encerramento das escolas] é proporcional ao panorama epidemiológico que estamos a viver", assinalou Azzolina.

Várias agências italianas, citadas pela Associated Press e pela France-Presse, tinham noticiado que todas as escolas e universidades encerrariam a partir de quinta-feira e até meados de março.

No entanto, a questão foi abordada no decurso de um conselho de ministros reunido em Roma presidido pelo chefe de Governo, Giuseppe Conte, mas a decisão ainda não foi tomada e poderá ser oficializada por decreto ainda hoje.

As escolas e universidades já estão encerradas há 13 dias nas regiões do norte mais atingidas pela epidemia e abrangidas pelas medidas de exceção, em particular no Veneto e Emília-Romanha, as mais afetadas pela epidemia de Covid-19 que já provocou mais de 2.000 contágios e 79 mortes em Itália.

Hoje, o ministro dos Desportos, Vincenzo Spadafora, admitiu que o Governo poderá ordenar que os jogos profissionais de futebol e outras atividades desportivas decorram à porta fechada.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infetou mais de 93 mil pessoas em 78 países, incluindo cinco em Portugal.

Das pessoas infetadas, cerca de 50 mil recuperaram.

Além de 2.983 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América, Filipinas e Iraque.

Um português tripulante de um navio de cruzeiros está hospitalizado no Japão com confirmação de infeção.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou cinco casos de infeção, dos quais quatro no Porto e um em Lisboa.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Recomendados para si

;
Campo obrigatório