Meteorologia

  • 04 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Primeira vitima mortal nos Estados Unidos por Covid-19

Um paciente morreu hoje no estado norte-americano de Washington depois de contrair o coronavírus, anunciou o porta-voz do departamento de saúde daquele estado, a primeira morte nos Estados Unidos provocada pela epidemia.

Primeira vitima mortal nos Estados Unidos por Covid-19

A vítima é uma mulher de 50 anos e estava infetada com o novo coronavirus Covid-19, foi entretanto revelado pelas autoridades locais.

Em resposta ao surto do novo coronavírus, os Estados Unidos proibiram hoje as viagens ao Irão e reforçaram os avisos quanto a viagens para regiões de Itália e para a Coreia do Sul.

Além destas novas restrições e avisos, anunciados pelo vice-presidente Mike Pence, o secretário da Saúde e Serviços Humanos, Alex Azar, anunciou também restrições na fronteira dos EUA com o México.

"Queremos reduzir a quantidade de viagens de e para as áreas mais afetadas", disse Alex Azar, adiantando tratar-se de uma "estratégia básica de contenção".

Três dos pacientes diagnosticados com Covid19 nos últimos dias nos Estados Unidos não revelaram qualquer ligação conhecida com o surto, razão que preocupa as autoridades de saúde do estado da Califórnia, Oregon e Washington.

Os três pacientes - uma mulher idosa do norte da Califórnia com problemas crônicos de saúde, uma estudante do ensino médio em Everett, Washington, e uma funcionária de uma escola da região de Portland, Oregon - não viajaram recentemente para o exterior, nem tiveram contato próximo com um viajante ou pessoa infetada, segundo as autoridades locais.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro na China e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou pelo menos 2.933 mortos e infetou mais de 85 mil pessoas, de acordo com dados reportados por 58 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 39 mil recuperaram.

Além de 2.838 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan e, desde hoje, há também uma vítima nos Estados Unidos da América.

Dois portugueses tripulantes de um navio de cruzeiros encontram-se hospitalizados no Japão com confirmação de infeção.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) registou 70 casos suspeitos de infeção, três dos quais ainda estavam em estudo sábado.

Os restantes 67 casos suspeitos não se confirmaram, após testes negativos.

A DGS manteve na sexta-feira o risco da epidemia para a saúde pública em "moderado a elevado".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório