Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Farmacêutica envia primeira vacina experimental a investigadores dos EUA

A farmacêutica Moderna Inc. enviou o primeiro lote da sua vacina experimental contra o novo coronavírus a investigadores do governo dos Estados Unidos da América, que farão os primeiros testes em humanos.

Farmacêutica envia primeira vacina experimental a investigadores dos EUA

O objetivo é verificar se a vacina da empresa norte-americana pode ajudar a suprimir a epidemia originária da China.

Segundo um comunicado da farmacêutica, o laboratório enviou na segunda-feira frascos de vacinas desde a sua fábrica em Norwood, Massachusetts, para o Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas em Bethesda, Maryland, disse a companhia.

O instituto espera que nos finais de abril comece um ensaio clínico a 20 a 25 voluntários saudáveis, que vai testar se duas doses de vacinas são seguras e induzem uma resposta imune que provavelmente proteja contra a infeção, disse o diretor do instituto, Anthony Fauci ao The Wall Street Journal.

Os resultados iniciais podem estar disponíveis em julho ou agosto.

Na sua nota, a empresa de biotecnologia anuncia, assim, que lançou o primeiro lote da ARNm-1273, a vacina da empresa contra o coronavírus, para uso humano".

A ArNm-123 pretende ser uma vacina contra o Covid-19 que codifica uma forma estabilizada da proteína 'Spike', que foi selecionada pela Modern Inc. em colaboração com o Centro de Investigação de Vacinas.

O surto do Covid-19, que começou na China no final do ano, já matou 2.627 pessoas e infetou mais de 79 mil, de acordo as autoridades de saúde dos cerca de 30 países afetados.

Além de 2.592 mortos na China continental, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Hong Kong, Filipinas, França e Taiwan.

Em Portugal, já houve 14 casos suspeitos, que resultaram negativos após análises. Há igualmente um 15.º caso, mas desconhece-se para já o resultado.

Um tripulante português de um navio de cruzeiros que se encontra de quarentena no porto de Yokohama, no Japão, foi declarado infetado e deverá ser transferido para um hospital japonês hoje.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e alertou, na segunda-feira, para uma eventual pandemia, considerando muito preocupante o aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório