Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Codogno encerra locais públicos após confirmação de casos de Covid-19

A pequena cidade de Codogno, no norte de Itália, onde foram confirmados seis casos de infeção pelo novo coronavírus, decidiu hoje encerrar todos os locais públicos com propensão para registar aglomerados de pessoas, incluindo escolas, serviços e supermercados.

Codogno encerra locais públicos após confirmação de casos de Covid-19

Entre os seis casos de infeção confirmados em Codogno, uma cidade com cerca de 15 mil habitantes, está um homem de 38 anos que se encontra numa unidade médica de cuidados intensivos.

O presidente da câmara de Codogno, Francesco Passerini, explicou que a decisão foi tomada porque a confirmação dos casos de infeção "criou uma situação de alarme" na zona.

O autarca ordenou o encerramento imediato, durante um período que poderá ir até cinco dias, de vários locais públicos, nomeadamente escolas, serviços municipais, supermercados, bares, discotecas e pavilhões desportivos.

A par do paciente internado nos cuidados intensivos, outras duas pessoas apresentam sintomas associados ao novo coronavírus (designado como Covid-19), que pode provocar doenças respiratórias potencialmente graves como a pneumonia.

Outras três pessoas fizeram um primeiro teste, que deu positivo, e aguardam agora os resultados de um segundo teste.

Dois dos casos confirmados são a mulher e um amigo do homem de 38 anos que está nos cuidados intensivos.

Sem contabilizar os casos das três pessoas que aguardam o segundo teste, Itália confirmou, até à data, seis casos de infeção pelo novo coronavírus, que foi detetado pela primeira vez no final do ano em Wuhan, na província de Hubei (centro da China).

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, foram confirmados outros casos de infeção do novo coronavírus em cerca de 30 países e territórios.

O número de infetados já superou as 76 mil pessoas a nível global, sendo a grande maioria no território chinês.

Só no território continental da China, o número de mortes já superou as duas mil (2.236), entre 75.465 casos de infeção confirmados, segundo os dados mais recentes fornecidos por Pequim.

Em outros países, o número de casos de infeção confirmados ultrapassa os 1.100.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou em 30 de janeiro uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional, o que pressupõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório