Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Covid-19. Enfermeira grávida a trabalhar na China gera polémica

Os utilizadores das redes sociais criticam o facto de a enfermeira estar a trabalhar num local de potencial contágio. Mas há outro vídeo que está a gerar polémica, onde se vê enfermeiras a rapar o cabelo.

Covid-19. Enfermeira grávida a trabalhar na China gera polémica

Um vídeo que mostra uma enfermeira grávida a tratar de pacientes num hospital em Wuhan, no epicentro do Covid-19 (coronavírus), está a gerar polémica nas redes sociais chinesas.

Quando o vídeo foi publicado, os autores pretendiam, como revela a BBC, mostrar que Zhao Yu, a enfermeira, era uma heroína por estar a trabalhar no hospital com doentes infetados mesmo estando grávida de nove meses.

Porém, a sociedade não reagiu da forma esperada. Os utilizadores das redes sociais direcionaram críticas ao hospital por permitir que uma enfermeira em avançado estado de gestação trabalhasse num ambiente altamente contagioso.

Houve inclusive um utilizador que acusou a unidade hospitalar de usar a enfermeira como "ferramenta de propaganda".

De acordo com o meio de comunicação, o vídeo mostra a enfermeira a usar um fato de proteção enquanto testa um paciente que apresenta febre. É ainda possível ouvir um paciente dizer à enfermeira que é perigoso ela estar naquele local.

Zhao Yu reconhece que a sua família se opõe ao facto de esta continuar a trabalhar, mas acrescenta que espera fazer a sua parte no combate ao vírus.

A BBC traz a público também outro vídeo que esta semana começou a gerar polémica. As imagens divulgadas pelos meios de comunicação mostram várias enfermeiras, em Gansu, a chorar enquanto rapam o cabelo.

Ao que tudo indica, esta prática tem sido levada a cabo para que as mulheres possam usar fatos de proteção nos ambientes hospitalares. Esta lógica, porém, tem sido questionada. Há utilizadores das redes sociais a questionar o motivo pelo qual as mulheres não podem ter o cabelo curto, em vez de o raparem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório