Meteorologia

  • 02 ABRIL 2020
Tempo
16º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Menino encontrado morto em casa. Polícia acusa avós e tio de o torturarem

Autópsia revelou um traumatismo craniano provocado por uma "pancada na nuca".

Menino encontrado morto em casa. Polícia acusa avós e tio de o torturarem

Os avós e o tio de um menino de 12 anos, encontrado morto na casa onde vivia em Montana, nos EUA, foram detidos depois de a polícia ter encontrado evidências de que os suspeitos torturavam a criança.

De acordo com a CNN, as autoridades encontraram vários vídeos, nos telemóveis dos suspeitos, que mostravam um “padrão de abuso, que incluía exercícios forçados e abuso físico”.

O menino, James Alex Hurley, vivia com os avós, James Sasser Jr e Patricia Batts, desde que o pai morreu, há cerca de dois anos. Com o casal vivia ainda o filho mais novo, de 14 anos.

Os avós de James vão aguardar julgamento por homicídio em prisão preventiva já o menor, tio do menino encontrado morto, foi encaminhado para uma instituição.

Traumatismo craniano

Apesar de o caso só ter sido divulgado agora, James foi, alegadamente, encontrado morto pela avó, na sala de estar da casa de família, na manhã do dia 3 de fevereiro.

A família garante que, na noite do dia 2 de fevereiro, quando se deitaram, estava tudo bem com o menino. Contudo, além dos vídeos, as autoridades já tinham sido chamadas várias vezes a casa da família devido a episódios violentos.

Os avós dizem que o menino auto-agredia-se e era muito violento. O tio acabou mesmo por confessar que, dias antes da morte de James, andou à pancada com o sobrinho, mas garante que só o fez porque este estava a ameçar a família com uma faca.

Versões das quais as autoridades desconfiam. A autópsia revelou que a causa da morte foi um traumatismo craniano provocado por uma “pancada na nuca”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório