Meteorologia

  • 19 FEVEREIRO 2020
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Ex-diretor da petrolífera estatal mexicana fica em prisão preventiva

Emilio Lozoya era alvo de um mandado internacional de captura e detenção desde maio de 2019.

Ex-diretor da petrolífera estatal mexicana fica em prisão preventiva
Notícias ao Minuto

14:40 - 13/02/20 por Lusa

Mundo Espanha

A Audiência Nacional, a principal instância penal espanhola, deliberou hoje a prisão preventiva do ex-diretor da petrolífera estatal mexicana Pemex Emilio Lozoya, detido na quarta-feira em Málaga e alvo de um mandado de captura emitido pelo México.

O ex-diretor da Petróleos Mexicanos (Pemex) é suspeito de corrupção.

Fontes judiciais citadas pela agência espanhola EFE indicaram que o juiz da Audiência Nacional, Ismael Moreno, ouviu o testemunho de Emilio Lozoya através de videoconferência, tendo posteriormente deliberado a prisão preventiva por risco de fuga e devido à gravidade dos crimes imputados ao ex-diretor da Pemex, que pode incorrer numa pena de 15 anos de prisão.

Lozoya, um reconhecido colaborador do antigo Presidente mexicano Enrique Peña Nieto (2012-2018), foi diretor da Pemex entre 2012 e 2016.

O gestor é acusado de ter alegadamente recebido subornos milionários da construtora brasileira Odebrecht, empresa implicada num esquema de corrupção envolvendo diferentes governos da América Latina.

Os fundos terão sido supostamente utilizados na campanha presidencial do ex-Presidente mexicano.

Emilio Lozoya é igualmente acusado de ter autorizado, enquanto diretor da Pemex, uma compra fraudulenta de uma fábrica de fertilizantes.

O gestor e o seu advogado mexicano Javier Coello rejeitam todas as acusações.

Lozoya era alvo de um mandado internacional de captura e detenção desde maio de 2019.

O gestor foi detido na quarta-feira na cidade de Málaga, no sul de Espanha, segundo anunciou no próprio dia o procurador-geral do México.

"Graças ao mandado de detenção que obtivemos aqui de um juiz e ao grande apoio da Interpol [Organização Internacional de Polícia Criminal] e da polícia espanhola, conseguimos prender este indivíduo", afirmou Alejandro Gertz, em declarações a uma rádio mexicana.

SCA // FPA

Lusa/Fim

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório