Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Trump sobre absolvição: "O único cabeçalho positivo que alguma vez tive"

Donald Trump dirigiu esta quinta-feira algumas palavras à imprensa norte-americana onde faz um balanço sobre o resultado do processo de destituição que o visava.

Trump sobre absolvição: "O único cabeçalho positivo que alguma vez tive"

"Passámos pelo inferno, injustamente, mas não fiz nada de errado”, disse esta quinta-feira Donald Trump, numa conferência de imprensa feita no rescaldo da votação do seu processo de destituição, do qual foi absolvido. "Isto não é uma conferência de imprensa. Não é um discurso. É uma celebração", disse.

“Já errei na minha vida”, concedeu, “mas este é o resultado final”, acrescentou, erguendo um exemplar do jornal Washington Post com a parangona "Trump absolvido", conforme pode ver no vídeo abaixo.

"É o único cabeçalho positivo que alguma vez tive no Washington Post", brincou, depois de receber uma salva de palmas. "Já todos leram?", brincou.

"New York Times, Washington Post... Eu tive tantos títulos fantásticos", acrescentou Trump.

O líder republicano continuou dizendo que todo o processo de ‘impeachment’ “foram ações do ponto de vista político” e que a sua administração foi tratada “de uma forma completamente injusta”. “Era tudo treta”, disse, referindo-se às alegações de conluio com as autoridades russas.

O presidente falou ainda numa “campanha suja” contra si. “Pensámos que ia acabar depois das eleições, mas estava apenas a começar”, indicou.

Recorde-se que o Senado dos Estados Unidos, de maioria republicana, com 53 senadores do GOP, votou na quarta-feira o processo de destituição de Donald Trump, com base em dois artigos, aprovados na Câmara dos Representantes.

O primeiro, que acusava Trump de abuso de poder, foi rejeitado com 52 senadores a votar 'inocente' e 48 a votar 'culpado'. Já em relação ao segundo artigo, referente à obstrução ao Congresso, os 53 republicanos votaram 'inocente'.

Só um senador republicano votou contra o presidente, Mitt Romney, eleito pelo estado do Utah, que votou a favor da destituição de Trump no primeiro artigo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório