Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Finlândia confirma primeiro caso de coronavírus

Finlândia é o terceiro país europeu a revelar um caso confirmado de coronavírus (2019-nCoV), que provoca doença respiratória potencialmente grave, como a pneumonia.

Finlândia confirma primeiro caso de coronavírus

A Finlândia avançou esta quarta-feira com seu primeiro caso confirmado de coronavírus nos países nórdicos, depois de circularem notícias sobre vários casos suspeitos.

As autoridades de Saúde finlandesas indicam que se trata de uma turista chinesa, com 32 anos, que tinha chegado ao país vinda da cidade de Wuhan, na província de Hubei (centro da China), onde o novo vírus foi identificado pela primeira vez, informaram as mesmas fontes, que acrescentaram que a mulher estava de visita à Lapónia, região no extremo norte da Finlândia.

A mulher está em isolamento no hospital central da Lapónia, diz o comunicado, citado pela imprensa local, que acrescenta que há mais 15 pessoas sob observação, por poderem ter contraído infeção. A paciente deu entrada num hospital local com sintomas associados ao novo coronavírus.

Segundo fontes do hospital central da Lapónia, citadas pelos 'media' locais, a paciente está estável.

As autoridades da Finlândia, o primeiro país nórdico a registar um caso de contaminação pelo 2019-nCoV, afirmaram que a situação está sob controlo e que o risco de propagação do novo coronavírus no território finlandês é baixo.

Este é terceiro país europeu a registar um caso confirmado da nova pneumonia viral, depois da França e da Alemanha terem dado conta de vários casos. Assim sendo, o número de casos diagnosticado na União Europeia sobe para nove, quatro na Alemanha, quatro em França e um na Finlândia.

O novo coronavírus, que provoca pneumonias virais, foi detetado na China, onde as autoridades já anunciaram mais de 5.900 casos da doença, com 132 mortes registadas.

A origem deste surto de um novo vírus ainda não está completamente esclarecida, sendo que a transmissão pessoa a pessoa já foi confirmada, embora as circunstâncias exatas do modo de transmissão estejam também por esclarecer.

A cidade de Wuhan, onde o surto terá tido início, tem 11 milhões de habitantes - população idêntica à de Portugal - e é a sétima maior cidade da China. Neste momento, a cidade encontra-se em quarentena.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório