Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Coronavírus. Pequim suspende viagens de autocarro para impedir propagação

Pequim suspendeu hoje os serviços interprovinciais de autocarro para impedir a propagação do novo coronavírus, que causou 56 mortes entre as 1.975 pessoas diagnosticadas na China continental.

Coronavírus. Pequim suspende viagens de autocarro para impedir propagação

O anúncio das autoridades locais não especifica quando os serviços serão restaurados.

Entre as medidas anunciadas pelas autoridades locais estão o controlo de temperatura dos passageiros em 55 estações de metro, incluindo na estação de metro do Aeroporto Internacional de Pequim.

A agência de notícias estatal Xinhua informou que os viajantes com temperatura corporal anormal serão hospitalizados, já que a febre é um dos primeiros sintomas da doença.

De acordo com os medias locais, em Pequim há pelos menos 51 pessoas infetadas com o novo coronavírus.

O número de mortos na China causado pelo novo coronovírus detetado em Wuhan aumentou para 56, anunciou hoje a Comissão Nacional de Saúde chinesa.

O balanço de infetados no país passou para 1.975 pessoas, das quais 324 estão em estado grave.

Além da China continental, há quase meia centena de infeções confirmadas em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, França, Austrália e Canadá.

As autoridades chinesas alertaram que o país está no ponto "mais crítico" no que toca à prevenção e controlo do vírus, cancelaram as celebrações do Ano Lunar do Rato e colocaram em quarentena 13 cidades.

Os sintomas associados à infeção causada pelo coronavírus com o nome provisório de 2019-nCoV são mais intensos do que uma gripe e incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias, como falta de ar.

O novo coronovírus foi detetado em Wuhan, uma cidade de 11 milhões de habitantes e capital da província de Hebei, no centro da China.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde reportou o primeiro caso suspeito de infeção de um homem que regressou de Wuhan no sábado, e que foi internado no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, em situação estável.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório