Meteorologia

  • 30 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Paleontólogos identificam nova espécie de dinossauro

Paleontólogos identificaram nos Estados Unidos uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos, foi hoje divulgado.

Paleontólogos identificam nova espécie de dinossauro

A espécie, que tem o nome de 'Allosaurus jimmadseni', foi identificada a partir de dois esqueletos completos com 155 milhões anos, que foram descobertos na década de 1990 nos estados norte-americanos de Utah e Wyoming.

O estudo foi feito por comparação com ossadas de uma outra espécie, a 'Allosaurus fragilis', identificada há mais tempo nos Estados Unidos, e que estão à guarda do Museu de História Natural de Utah, que possui a maior coleção mundial de fósseis de alossauros ('Allosaurus').

Segundo a Universidade de Utah, que liderou a investigação, o dinossauro 'Allosaurus jimmadseni' antecedeu em pelo menos cinco milhões de anos o 'Allosaurus fragilis'. Ambos eram carnívoros e bípedes.

A investigação, publicada na revista científica de acesso aberto PeerJ, apenas reconhece a existência de duas espécies de alossauros originárias do mesmo sítio, muito embora outros paleontólogos, que não participaram no trabalho, argumentem que haverá uma a 12 espécies provenientes da mesma zona, a formação geológica Morrison, que se estende pelos estados norte-americanos de Montana, Arizona, Utah, Wyoming e Colorado.

De acordo com o estudo, a nova espécie era o predador de topo mais comum no seu ecossistema, que viveu no período do Jurássico Superior tardio, entre 157 milhões e 152 milhões de anos, numa zona semi-árida com planícies aluviais, lagos e lodaçais.

Tinha aproximadamente oito a nove metros de comprimento e, em relação ao 'Allosaurus fragilis', um alcance visual inferior, devido às limitações do seu crânio, e cristas nasais afiadas mais pequenas.

'Allosaurus' significa "réptil diferente" e 'jimmadseni' remete para o nome de um paleontólogo de Utah, James Madsen Jr., que escavou e analisou dezenas de milhares de ossadas de alossauros.

O primeiro fóssil de alossauro, da espécie 'Allosaurus fragili', foi descoberto em 1877 pelo paleontólogo norte-americano Othniel Charles Marsh.

Vestígios da mesma espécie foram encontrados em 1988 em Portugal, na localidade de Andrés, no concelho de Pombal, distrito de Leiria.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório