Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2020
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 21º

Edição

Cientistas 'ressuscitam' voz de múmia egípcia com 3 mil anos

Depois de fazerem uma tomografia aos restos mortais, uma impressora 3D conseguiu imprimir uma réplica do trato vocal.

Cientistas 'ressuscitam' voz de múmia egípcia com 3 mil anos

É a verdadeira voz do além. Os cientistas conseguiram 'ressuscitar' a voz da múmia de um padre egípcio com 3 mil anos ao recriarem o seu trato vocal com recurso a uma impressora 3D.

Nesyamun, era um padre e escrivão durante o reinado do faraó Ramses XI (1009-1069 a.C) e ao morrer tinha inscrito no seu caixão: "A verdadeira voz", por considerar que era vital para desempenhar as suas funções no templo de Karnac, em Luxor, e por ter expressado por várias vezes o desejo de ainda ser ouvido na vida após a morte, conta a Sky News.

Agora, uma equipa de cientistas da Universidade de Londres, da Universidade de York e do Museu de Leeds conseguiu tornar isso realidade ao submeter os restos mortais a uma tomografia para tirar medidas precisas e reproduzir o trato vocal do padre com recurso a uma impressora 3D. 

Com o trato vocal impresso e uma laringe eletrónica, os investigadores dão conta, num artigo publicado na revista Nature, de terem conseguido reproduzir um som, o som de uma vogal, entre 'bed' e 'bad'.

No entanto, o tom de voz é provável que não reflita com precisão o de Nesyamun, devido à perda de massa da língua ao longo de três milénios, explicam ainda. A habilidade do sistema reproduzir frases completas "é algo que está a ser trabalhado" e que "será possível um dia, referiu David M. Howard, um dos autores do estudo.

No entanto, Rudolf Hagen, um médico alemão especialista em otorrinolaringologia, expressou o seu ceticismo. Apesar de não ter estado envolvido no estudo, disse que até a medicina mais moderna tem dificuldades em dar às pessoas sem tórax uma voz "normal".

Mas para o coautor, John Schofield, um arqueólogo da Universidade de York, a técnica pode ser utilizada para ajudar a interpretar heranças históricas. "Não há nada mais pessoal do que a voz de alguém, por isso consideramos que ouvir uma voz de há tanto tempo pode ser uma experiência inesquecível e fazer os locais como Karnac, o templo de Nesyamun, ganharem vida", vincou.

Oiça abaixo:

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório