Meteorologia

  • 18 ABRIL 2021
Tempo
20º
MIN 11º MÁX 24º

Edição

Hong Kong transforma dois campos de férias em zona de quarentena

Hong Kong transformou dois acampamentos de férias em zonas de quarentena para pessoas que estiveram em contacto com portadores do novo coronavírus, que já causou 17 mortes e meio milhar de infetados, anunciaram hoje as autoridades locais.

Hong Kong transforma dois campos de férias em zona de quarentena
Notícias ao Minuto

13:01 - 23/01/20 por Lusa

Mundo Vírus

A ilha de Hong Kong foi colocada em "alerta máximo" após o surgimento deste vírus, que já matou pelo menos 17 pessoas e infetou mais de meio milhar de pessoas, sobretudo na cidade de Wuhan, no centro da China.

Esses dois locais em Hong Kong já haviam sido usados como centros de quarentena durante a epidemia de SARS (síndrome respiratória aguda grave) que, há 17 anos, matou quase 300 vítimas na ilha.

Este episódio deixou um profundo impacto psicológico na megalópole, uma das mais densamente povoadas do planeta.

Até agora, duas pessoas são portadoras do coronavírus (da família SARS) em Hong Kong. Estas duas pessoas estiveram recentemente em Wuhan e, agora, foram colocadas em quarentena num hospital.

Em Hong Kong, as autoridades anunciaram que dois campos, geralmente ocupados por campistas ou turistas, serão usados para colocar casos suspeitos em quarentena enquanto aguardam os resultados dos testes.

"Teremos uma equipa inteira para administrar esses campos de quarentena", disse Wong Ka-hing, diretor do centro de proteção à saúde, aos jornalistas.

Wong disse que três pessoas que estiveram em contacto próximo com os dois casos confirmados serão levadas hoje para um campo na zona rural de Sai Kung.

Na ilha de Hong Kong, outro acampamento de verão, que antes era um quartel militar britânico, está a ser preparado.

O canal de notícias local RTHK disse hoje que uma das primeiras pessoas a serem transportadas para o local de Sai Kung era um turista australiano que ficou no mesmo hotel que um homem infetado.

As pessoas infetadas com o coronavírus serão tratadas em áreas de isolamento no hospital.

Os acampamentos de verão visam reduzir o risco de o vírus espalhar-se enquanto se aguarda os resultados dos casos suspeitos.

A mesma organização foi criada durante a epidemia de SARS.

Para além da China continental e Hong Kong, foram confirmados casos do novo coronavírus na Coreia do Sul, Japão, Tailândia, Estados Unidos, Taiwan e Macau.

A região de Macau, a cerca de 30 quilómetros de Hong Kong, registou dois casos nesta semana.

Como resultado, a Direção dos Serviços de Turismo de Macau, cidade mundialmente famosa por seus casinos, cancelou hoje todas as festividades planeadas para o Ano Novo Lunar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório