Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Jovem matou padre católico de quem terá sido vítima de abuso sexual

Um jovem de 17 anos que confessou ter assassinado um sacerdote católico, de quem seria vítima de abuso sexual há três anos, foi detido, anunciaram hoje as autoridades venezuelanas.

Jovem matou padre católico de quem terá sido vítima de abuso sexual

O anúncio foi feito pelo ministro venezuelano da Defesa, Néstor Reverol, durante uma reunião com a direção do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (antiga Polícia Técnica Judiciária), em Caracas, capital da Venezuela.

"O jovem convocou o sacerdote para um lugar (arborizado) e estrangulou-o dentro da sua viatura", explicou o ministro, precisando que o menor confessou o crime e que "as investigações vão seguir o seu curso".

O homicídio terá ocorrido em 16 de janeiro e o padre Jesús Manuel Rondón Molina foi encontrado morto na terça-feira, numa estrada de Junín, no estado venezuelano de Táchira (840 quilómetros a sudoeste de Caracas), depois de ter sido dado como desaparecido.

"O adolescente disse que o religioso abusava constantemente dele e ninguém se dava conta, porque era uma pessoa próxima da família", adiantou o governante.

Segundo Nestor Reverol, o sacerdote terá ameaçado "abusar sexualmente do irmão (da vítima) que tem menos de 10 anos".

O ministro disse ainda haver na Venezuela suspeitos de "pedofilia que atuam sob a cumplicidade de algumas autoridades eclesiásticas" e instou as autoridades da Igreja a prestar mais atenção ao que acontece nos templos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório