Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
12º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Primeiro foram os fogos, depois as cheias. Agora chegou a vez das aranhas

Os especialistas alertam que os australianos têm de ter cuidado com a aranha teia-de-funil, uma das espécies mais perigosas do mundo, uma vez que estão criadas as "condições perfeitas" para prosperarem.

Primeiro foram os fogos, depois as cheias. Agora chegou a vez das aranhas

A Austrália continua a enfrentar incêndios florestais que tiveram início em setembro e já provocaram a morte a 29 pessoas. Mais recentemente, chuvas intensas causaram cheias no país. E para piorar ainda mais a situação, os especialistas em vida selvagem estão a alertar agora para a presença de uma espécie de aranha, a aranha teia-de-funil, uma das mais perigosas do mundo com o seu veneno altamente tóxico e que atua de uma forma muito rápida.

Segundo a CNN, os especialistas avisam que estão criadas as “condições perfeitas” para estas aranhas prosperarem. Esta quarta-feira, o Australian Reptile Park disse que a atividade das aranhas teia-de-funil aumentou nos últimos dias.

“Por causa da chuva que caiu recentemente e dos dias quentes que estamos a experienciar agora, as aranhas teia-de-funil vão começar a movimentarem-se. As aranhas teia-de-funil são potencialmente uma das mais perigosas do planeta, em termos da sua mordida nos humanos, e temos de tratar isso muito seriamente”, afirmou o porta-voz do parque Daniel Rumsey num vídeo publicado no Facebook.

Warren Bailey, proprietário da ABC Pest Control Sydney, explicou à CNN que estas aranhas são normalmente mais ativas no verão, mas que a temporada das aranhas chegou mais tarde este ano devido ao tempo “muito seco” que se tem verificado nos últimos meses.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório