Meteorologia

  • 05 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Homem regista cerveja como animal de assistência emocional nos EUA

A ideia é poder levar a sua bebida de eleição nos transportes públicos sem ser multado.

Homem regista cerveja como animal de assistência emocional nos EUA

Os animais de assistência emocional são animais utilizados para fins terapêuticos e utilizados normalmente para controlo de doenças psicológicas. São animais que dão apoio às pessoas com estes problemas e promovem a sua independência.

Mas para Floyd Hayes, de 47 anos, de Brookln, nos Estados Unidos, o seu apoio emocional é um pouco diferente. O homem resolveu registar um copo de cerveja como animal de assistência emocional com o USA Service Dog Registration, a entidade reguladora da atividade nos Estados Unidos (o equivalente à APCA – Associação Portuguesa de Cães de Assistência, em Portugal), em dezembro do ano passado.

"Viajo do norte do estado para Brooklyn muito e no autocarro consideram crime fumar ou ter uma bebida alcoólica a menos que se tenha um consentimento assinado", começou por explicar a um jornal local, acrescentando que só usa a certificação para poder levar a sua bebida de eleição nos transportes públicos.

"Não que seja alcoólico", garantiu, referindo que só quis perceber se o método iria funcionar. "É só uma experiência e não pretendo aligeirar o que alguém que tenha problemas emocionais passa", disse ainda.

Recorrendo à página online de registo introduziu a cerveja como animal de assistência emocional, assinalando os vários campos pedidos como o facto de 'não precisar de treino' e que serviria para o ajudar com o seu 'problema de ansiedade social'.

Mas ao New York Post, um funcionário da entidade reguladora vincou que Floyd não deverá ter muita sorte com o seu objetivo porque a utilização de um animal desse tipo nos transportes públicos requer aprovação médica.

No entanto, segundo Floyd desde que registou o seu 'animal' não tem tido problemas e ainda não foi abordado por nenhum elemento das forças de segurança.

Em Portugal, ao contrário dos outros animais de assistência, os animais de assistência emocional não têm qualquer vantagem legal e não são considerados iguais aos outros animais de assistência como os cães-guia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório