Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

1 em cada 3 pessoas assassinadas no Rio de Janeiro foi morta por polícias

Dados de 2019 revelam ainda que a polícia mata uma pessoa no Brasil a cada 84 minutos.

1 em cada 3 pessoas assassinadas no Rio de Janeiro foi morta por polícias

O site G1 mostra, esta segunda-feira, uma realidade alarmante no Brasil. Em 2018, a polícia brasileira matou 6220 pessoas, o que corresponde a mais do que o total de homicídios cometidos em toda a União Europeia.

"Em alguns estados brasileiros, há sérios indícios de uso abusivo da força e também de execuções”, explica a mesma publicação, avançando com um dado chocante: em 2019, no Rio de Janeiro, uma em cada três pessoas foi assassinada por um polícia.

Aliás, 2019 foi, de acordo com o levantamento nacional feito pelos jornalistas do G1, o ano que se registou o maior número de mortos por policiais no Rio de Janeiro, desde que os números começaram a ser registados, em 1998.

Mais. A cada 84 minutos, menos de uma hora e meia, a polícia mata uma pessoa no Brasil. Uma realidade que piora a cada ano. Desde 2012, quando este tipo de dados começou a ficar disponível para consulta, até 2018, os homicídios cometidos por polícias subiu 166,7%.

Dados chocantes que, segundo o G1, são o retrato de um Brasil que “aposta na violência para resolver o problema da segurança pública”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório