Meteorologia

  • 19 FEVEREIRO 2020
Tempo
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Candidatos à liderança dos Trabalhistas têm hoje primeiro debate

Os cinco candidatos à liderança do Partido Trabalhista britânico participam hoje em Liverpool no primeiro de uma série de debates com militantes, cujo voto será crucial na escolha do vencedor.

Candidatos à liderança dos Trabalhistas têm hoje primeiro debate

Os restantes debates previstos até agora vão realizar-se nos restantes fins de semana até ao final de fevereiro em cidades como Leeds, Bristol, Cardiff, Nottingham, Glasgow, Londres, Durham e Brighton.

Emily Thornberry, Jess Philips, Keir Starmer, Lisa Nandy e Rebecca Long-Bailey confirmaram no início da semana o acesso à segunda fase do processo, ao garantir o apoio de pelo menos 22 deputados ou eurodeputados.

Até 14 de fevereiro, têm de obter o apoio de pelo menos 33 concelhias ou de três movimentos associados ao partido, incluindo dois sindicatos, para conseguir passar à fase final das eleições e ter o nome nos boletins a enviar aos militantes a partir de 21 de fevereiro.

O partido está enredado num jogo do empurra e culpabilização, com alguns membros a acusarem o atual líder, Jeremy Corbyn, de se ter inclinado demasiado para a esquerda e de fazer demasiado promessas de despesa generosas que os eleitores consideram irreais.

O partido também está dividido sobre a posição de Corbyn relativamente ao 'Brexit', com a qual o líder trabalhista tentou, sem sucesso, satisfazer os eleitores que queriam sair da União Europeia e aqueles que desejavam permanecer.

E continua a ter dificuldades em lidar com o anti-semitismo nas fileiras partidárias.

Numa sondagem realizada para o site Labourlist e publicada na quarta-feira, Rebecca Long-Bailey é apontada como a favorita, ao obter 42% das intenções de voto, seguida por Keir Starmer (37%), Jess Phillips (9%), Lisa Nandy (7%) e Emily Thornberry (1%).

A eleição, que termina a 02 de abril, funciona com um sistema de voto preferencial, no qual os eleitores podem ordenar os candidatos por ordem de preferência.

Se nenhum conseguir mais de 50% dos votos na primeira volta, então o candidato em último lugar é eliminado e distribuídos os votos de segunda preferência dos seus eleitores, sendo o procedimento repetido até ser encontrado um vencedor.

O novo líder e sucessor de Jeremy Corbyn será anunciado durante um congresso extraordinário a 04 de abril, em Londres.

Corbyn anunciou a renúncia na noite das eleições legislativas de 12 de dezembro, nas quais o Partido Conservador de Boris Johnson triunfou com uma maioria absoluta, enquanto o Partido Trabalhista elegeu apenas 203 deputados, o pior resultado desde 1935 e o mais grave desde a derrota registada por Michael Foot em 1983, quando se ficou por 209 assentos no parlamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório