Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
12º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Brasil: Governo identifica cerveja contaminada. Quatro pessoas morreram

O Ministério da Agricultura revela que 21 lotes das cervejas produzidas pela Backer estão contaminados. Há outras 14 pessoas com problemas de saúde depois de terem bebido estas cervejas.

Brasil: Governo identifica cerveja contaminada. Quatro pessoas morreram

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil confirmou esta quinta-feira que identificou as substâncias dietilenoglicol e monoetilenoglicol em oito marcas de cerveja produzidas pela empresa Backer, sediada em Belo Horizonte, como dá conta o G1. Já morreram quatro pessoas vítimas da contaminação, e as autoridades afirmam que há mais 14 casos de pessoas que foram intoxicadas.

No caso de uma das vítimas mortais, a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais confirmou a contaminação por dietilenoglicol. As outras três mortes ainda estão a ser investigadas.

No total, o Ministério da Agricultura brasileiro disse que 21 lotes de cervejas da Backer estão contaminados.

A fábrica da Backer já tinha sido interditada na semana passada pelo Ministério da Agricultura, tendo sido apreendidos então 139 mil litros de cerveja engarrafada. Esta segunda-feira o governo brasileiro ordenou que fossem recolhidas todas as marcas de cerveja da Backer que estivessem à venda no mercado.

Entretanto, sabe-se que a Backer entregou à justiça brasileira um vídeo sobre um alegado indício de sabotagem nos barris de monoetilenoglicol. Esse vídeo foi anexado ao pedido da empresa para retomar as suas atividades.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório