Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 11º

Edição

Pelo menos 3 combatentes pró-Irão mortos em operação militar israelita

Pelo menos três combatentes de milícias pró-iranianas na Síria foram mortos numa operação israelita num aeroporto militar no centro do país, anunciou hoje o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Pelo menos 3 combatentes pró-Irão mortos em operação militar israelita
Notícias ao Minuto

11:59 - 15/01/20 por Lusa

Mundo Síria

Na noite de terça-feira, uma fonte militar citada pela agência oficial síria Sana acusou a "aviação israelita" de ter atacado a base aérea T4, na província de Homs, referindo-se apenas a "danos materiais" causados por tiros de mísseis.

O OSDH, no entanto, relatou hoje a morte de "três combatentes não sírios pró-Irão" no ataque.

O ataque também "destruiu um prédio em construção perto do aeroporto, um depósito de munição e dois veículos militares das forças iranianas", disse a fonte.

Questionado na terça-feira pela agência de notícias AFP, um porta-voz do exército israelita recusou-se a comentar.

Segundo o OSDH, aviões não identificados também realizaram ataques, ao mesmo tempo, contra posições do regime sírio e grupos aliados no leste da Síria na noite de terça-feira.

O incidente ocorre em um cenário de tensões crescentes no Médio Oriente entre os Estados Unidos e o Irão, após o assassínio do general iraniano Qassem Soleimani a 03 de janeiro, num ataque de um 'drone' [aparelho aéreo não-tripulado] norte-americano no Iraque.

Desde o início do conflito sírio em 2011, Israel realizou vários ataques na Síria contra o regime de Damasco, mas também aos seus aliados, o Irão e a organização libanesa Hezbollah, inimigos do Estado hebreu.

Israel insiste regularmente que não deixará a Síria tornar-se um peão de Teerão.

"As forças do regime, as forças iranianas e os conselheiros militares russos estão estacionados no aeroporto militar T4", lembrou à AFP o diretor da OSDH, Rami Abdel Rahmane.

A mesma base já havia sido alvo de ataques israelitas em várias ocasiões.

A 09 de abril de 2018, um ataque de mísseis matou 14 combatentes, incluindo sete iranianos, de acordo com o OSDH. Irão, Síria e Rússia haviam responsabilizado Israel pelo ataque.

Desencadeado pela repressão aos protestos pró-democracia, o conflito na Síria tornou-se mais complexo com o envolvimento de potências estrangeiras, causando mais de 380.000 mortes e milhões de deslocados e refugiados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório