Meteorologia

  • 30 MARçO 2020
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Raptos ao largo da costa Ocidental de África subiu 50% em 2019

O diretor do Gabinete Marítimo Internacional, Michael Howlett, disse hoje que o número de raptos de marinheiros ao largo da costa ocidental de África aumentou 50% no ano passado, defendendo um aumento da cooperação contra a pirataria marítima.

Raptos ao largo da costa Ocidental de África subiu 50% em 2019
Notícias ao Minuto

17:08 - 14/01/20 por Lusa

Mundo África

"Esta região tem assistido a um aumento sem precedentes nos sequestros de tripulações", disse Michael Howlett, que preside a este órgão de segurança marítima internacional, com sede em Kuala Lumpur.

Em declarações citadas pela agência noticiosa francesa France-Presse, o responsável apelou a uma "maior coordenação e troca de informações", salientando que esta cooperação deve acontecer quer entre os próprios navios, quer entre as agências responsáveis pelo registo e processamento de casos no Golfo da Guiné.

Os raptos de tripulações no Golfo da Guiné, 121 em 2019, um aumento de 55,1% face aos 78 registados em 2018, representam 75% dos casos reportados a nível mundial, disse o responsável, apontando que no ano passado estes casos, a nível mundial, registaram uma descida, passando de 201 em 2018, para 162, no ano passado.

O Golfo da Guiné, que se estende por 5.700 km desde as costas do Senegal, no norte, até às de Angola e Nigéria - ambos países produtores de petróleo - tornou-se nos últimos anos o novo epicentro da pirataria global ao largo do Golfo de Aden, ao largo da costa da Somália, escreve a AFP, lembrando que este problema teve origem na década de 1970 no Delta do Níger, no sudeste da Nigéria, o centro da exploração petrolífera deste país que é o maior produtor de petróleo da África subsaariana.

Com a queda do preço do petróleo, a estratégia destes 'piratas do mar' mudou, privilegiando agora o rapto das tripulações e não o roubo do petróleo a ser transportado, segundo a AFP.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório