Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2020
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Líderes europeus prometem continuar a trabalhar num Brexit ordenado

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, destacou hoje que a vitória de Boris Johnson nas legislativas britânicas de quinta-feira reforça a via de uma saída ordenada da União Europeia (UE) e de uma relação futura tão estreita quanto possível.

Líderes europeus prometem continuar a trabalhar num Brexit ordenado

"Felicitações a Boris Johnson pela sua vitória. Continuaremos a trabalhar por um Brexit ordenado que garanta os direitos e as liberdades dos cidadãos e traga segurança aos setores económicos", escreve o chefe do governo de Espanha no Twitter.

"Apostamos numa relação futura o mais estreita possível entre a União Europeia e o Reino Unido", acrescentou.

O primeiro-ministro conservador britânico, Boris Johnson, obteve a maioria absoluta nas legislativas britânicas de quinta-feira, um claro apoio à sua promessa de concretizar o 'Brexit' a 31 de janeiro.

"O eleitorado britânico deu-lhe um mandato claro. Aguardo com expectativa uma cooperação construtiva", escreveu o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, no Twitter.

Mais tarde, questionado por jornalistas em Bruxelas sobre se sentia "tristeza" ou "alívio", o chefe de governo da Holanda respondeu que a vitória dos conservadores "é sobretudo uma boa notícia", porque, não fosse este o cenário, o processo para o Brexit"continuaria durante anos".

"É uma pena para a Europa, é evidente que o Reino Unido vai mesmo embora", reagiu o primeiro-ministro checo, Andrej Babis.

"A questão é saber exatamente quando, porque o período de transição pode ser prolongado", acrescentou, referindo-se ao período até 31 de dezembro de 2020, durante o qual decorrerá a negociação da futura relação entre o Reino Unido e a UE.

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, manifestou por seu turno a satisfação de ver essas negociações nas mãos de Michel Barnier, que nos últimos três anos liderou a equipa europeia que negociou o acordo de saída.

"Esta continuidade é muito importante para conseguirmos ótimos resultados", disse o chefe do governo de Itália.

Klaus Iohannis, presidente da Roménia, sublinhou por seu turno que o resultado das eleições britânicas "é muito bom para os romenos no Reino Unido", uma vez que haverá "'Brexit', mas com acordo", o qual "protege os romenos" e os restantes cidadãos europeus a residir no país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório